Alex:
Crédito: Anderson Rodrigues/Saopaulofc.net

No próximo dia 02/01, começará a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Depois de um hiato de um ano por conta da pandemia do Covid-19, a competição retorna e o Tricolor estará presente com uma equipe com grande expectativa depois da campanha do Campeonato Brasileiro.

O time de Alex atingiu à final da competição, porém, acabou parando no Internacional. O treinador da equipe comentou sobre a competição e demonstrou que o importante é o processo de maturação dos atletas e não o resultado de momento na categoria de base.

Desde que assumi tenho dito nas poucas entrevistas que tenho dado que o mais importante é o processo. Temos que entender a competição que vamos jogar. Vamos jogar com dois meninos (nascidos em) 2001, o restante é todo mais jovem. Se fatiarmos o time, o grande percentual é de (meninos nascidos em) 2003, 2004. Isso faz diferença em uma competição sub-20. Não é uma desculpa, mas o importante é entender o processo dos meninos”, destacou Alex.

Para formar a lista, Alex contou com a ajuda de Rogério Ceni. O treinador da equipe profissional “roubou” apenas Juan da equipe de base, com isso, Alex terá o time quase completo para a disputa da competição.

“A gente sabe de todas essas dificuldades, passo isso para os jogadores. Se o jogador está no São Paulo, se ele tem 16 ou 20 anos, não importa. Ninguém pergunta dentro de campo qual é a idade do adversário. Se ele está vestindo essa camisa, com essa idade, é porque tem essa condição. E o São Paulo, pela grandeza, em qualquer competição que entra, entra pra ganhar, independentemente de quem esteja lá dento”, destacou Alex.

O treinador ainda lembrou da importância das outras categorias de base no clube – o jovem Marquinhos rapidamente saiu da equipe de Menta (Sub-17), ficou poucas semanas sob o comando de Alex no Sub-20 e foi utilizado na categoria profissional (sob o comando de Hernán Crespo e Rogério Ceni).

“A expectativa é boa, porque estou em um clube que está acostumado com a competição, já venceu algumas vezes, inclusive recentemente. Basicamente estivemos trabalhando juntos desde quando cheguei, o time também foi reforçado com os meninos que estavam na mão do técnico Menta, no Juvenil. O São Paulo, pela grandeza que possui, tem que ter a expectativa de competir bem e passo a passo buscar o sonho maior que é estar entre os melhores times da competição”, finalizou o treinador.

Alex e o São Paulo entram em campo no próximo dia 05/01, contra o CSE-AL, às 19h30. A equipe também enfrenta o Perilima-PB, no dia 08/01, às 21h30 e o São Caetano, no dia 11/01, às 21h30 – todas as partidas acontecem no Estádio Anacleto Campanella.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Conheça a nossa Loja

Post anteriorDavid Neres é sondado pelo Shakhtar Donetsk e São Paulo pode ter percentual
Próximo PostTricolor busca acordo com o Ceará, mas depende da vontade de Pablo
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.