2020 corre o risco de ser um ano humilhante, é necessário planejamento – Ano II

Dois tempos é a coluna semanal do Mário Pravato, publicada normalmente às quartas. São dois assuntos diferentes e às vezes pode acontecer uma prorrogação e até mesmo uma disputa por pênaltis! Clique aqui e veja todas as edições da coluna.

Há exatos 365 dias, eu publicava a seguinte coluna neste espaço: 2019 corre o risco de ser um ano humilhante, é necessário planejamento!

Acredito que não será necessário recapitular tudo que aconteceu em 2019, correto? Pelo visto eu estava certo, porém eu só citava a Libertadores, esqueci de pontuar os demais torneios e o fiasco das grandes estrelas e de nosso ataque, que por muito pouco não marcou menos gols do que o atacante Dodô em 1997…

Chovendo no molhado

Mais uma vez vamos falar em planejamento. Por sorte não teremos Florida Cup em janeiro e isso será excelente, principalmente para a questão física.

Além disso, o São Paulo demitiu quatro membros da sua comissão fixa, incluindo dois preparadores físicos e um fisiologista. Vamos aguardar para ver esse resultado ao longo dos meses.

Um fato positivo deste ano, em relação à 2018, é que entraremos diretamente na fase de grupos da Libertadores 2020, ao contrário deste ano, quando tivemos que jogar a pré-Libertadores muito cedo e passamos o vexame da eliminação.

Libertadores

O último ano da nefasta gestão Leco foi agraciada com o grupo da morte da Libertadores, com River Plate (atual vice-campeão e campeão de 2018), LDU (e seus terríveis jogos à quase 3 mil metros de altitude) e o desconhecido Binacional, que além de ser franco-atirador, está localizado à quase QUATRO MIL metros de altitude…

Sinceridade? Acredito que vamos cair na fase de grupos, em terceiro lugar. Isso baseado no ano de 2019. O São Paulo de 2019 foi um dos piores times da sua gloriosa história (e mesmo assim está na Libertadores) e fica muito difícil acreditar em alguma melhora (deixei de ser fanático há 6 anos, ou seja, não sou cego).

Se passar, não vai longe… (quem sabe não rola uma zica invertida aqui)






Paulistão

Novamente deveríamos tentar aproveitar o Paulistão para dar rodagem aos jovens jogadores e outros que estão retornando de empréstimo. Como eu mencionei no ano passado, o Paulista deveria ser jogado pelo time de transição, enquanto que os titulares estariam fazendo uma pré-temporada ideal, com mais de 30 dias e sem desespero.

Porém o quadro mencionado acima não ocorrerá, já que planejamento não é o forte desta gestão.

Estrelas do elenco

Será que finalmente teremos a estreia de Hernanes e Pato? E Juanfran, será que enfim virará titular absoluto? E Daniel Alves, terá a sua posição definida?

Precisamos que os mais experientes joguem aquilo que sabem e pelo gordo valor que recebem todos os meses em suas contas basncárias!

Diniz

Tem cheiro de demissão no primeiro 3 a 0 contra em um clássico. Vamos aguardar, não tem más ideias, porém nunca deu certo nos times de ponta.

Quem sabe não será o ano da sua redenção?

Fora Leco

Chegamos ao último ano de sua gestão, finalmente! Porém o que vem à seguir parece não mudar o São Paulo. Infelizmente enquanto não houver a separação do futebol com o social, não teremos chances de voltar ao nosso patamar de antes.

Enfim, ainda serão 365 dias de #ForaLeco!


Mário Pravato Junior

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: