#ColunaAT – E se Leco renunciar?

A TRIbuna do Braga é escrita pelo Rodrigo Braga em todas às sextas.

O São Paulo anda se especializando em flertar com o perigo. Tipo assim, querendo iniciar um namoro sério com a rota que costuma levar clubes ao rebaixamento. A lista é enorme, muitos dos temas já foram levantados aqui. Mas a lambança mais recente pode até vir a não se tornar uma lambança, mas a princípio preocupa. Conselheiros articulam um movimento pela renúncia do presidente Leco. Até aí, tudo certo, até porque Leco não merece nenhuma defesa, com certeza vai para o mural dos piores presidentes da história tricolor. Mas e aí? E se ele realmente pedir o boné? Quem entra? Com quais planos? Quem ficará responsável pelo futebol? Que eu saiba, as opções não são exatamente animadoras. Ou pelo menos até o momento ninguém mostrou ideias que possam tirar o São Paulo desse buraco. Espero, sinceramente, me surpreender.

Mais sorte que juizo

A venda de Militão do Porto para o Real Madrid vai render quase R$ 30 milhões ao Tricolor. É mais do que o clube estima ter perdido com o fiasco na Libertadores. Sem dúvida, um golpe de sorte, e pode vir mais, pois David Neres pode ser o próximo a render milhões aos combalidos cofres são paulinos por vias tortas. Que esse respiro se transforme em reforços para o time, que é o que parece que vai ocorrer sob a batuta de Cuca. Então vamos todos rezar bastante, porque o histórico recente de transações do tipo (repor saídas de jovens valores) é de chorar.

Fica, Antony!

O moleque mal chegou ao time profissional, tem um potencial enorme. O São Paulo já teve vários perfis assim, mas talvez nunca tenha precisado tanto do ganho esportivo de uma dessas joias como agora com o atacante Antony. Vendê-lo agora, pelo dinheiro que for, seria um desastre.

Arboleda

Quando a fase é ruim, até uma entrevista lá nos confins do Equador gera crise. Arboleda, hoje um dos principais jogadores do elenco, teria dito à imprensa de lá que gostaria de ir para a Europa no meio do ano. Olha, sinceramente, acho o desejo absolutamente legítimo, e não acho suficiente para virar uma tempestade. Cabe ao clube, se realmente chegar algo concreto, avaliar lá na frente se é um bom negócio ou não. E se for, bola pra frente. Hoje, Arboleda é titularzaço da nossa zaga e é muito importante no processo de recuperação do time. Ponto.

Oremos

Sábado tem Choque-Rei no Pacaembu. A fase anda tão tenebrosa que não perder já é lucro. Mas acredito que o clássico pode, se o time finalmente se encontrar, ser um divisor de águas.

Enquete

Não classificar no Paulista pode ser um bom negócio, pensando friamente no restante da temporada? O debate está aberto, na semana que vem falo mais sobre o assunto.


Rodrigo Braga. Tenho 40 anos, sou um paulista, paulistano e são-paulino radicado em Santa Catarina, onde há mais de 20 anos atuo como jornalista. Fui editor de esporte e participei de coberturas de Copa do Mundo, Jogos Pan-Americanos e outros eventos internacionais. Sou louco por futebol, mas, principalmente, sou louco pelo São Paulo Futebol Clube.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site






Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: