#ColunaAT – O São Paulo foi covarde em Itaquera, mais uma vez!

Dois tempos é a coluna semanal do Mário Pravato, publicada normalmente às quartas. São dois assuntos diferentes e às vezes pode acontecer uma prorrogação e até mesmo uma disputa por pênaltis! Clique aqui e veja todas as edições da coluna.

Fiquei devendo a edição da última semana desta coluna, pois queria tê-la escrito antes da final, mas a correria do feriado não me permitiu. Vou mudar um pouco a estrutura que vinha fazendo anteriormente, para melhorar o entendimento dos tópicos.

Cuca covarde, mais uma vez!

Passados 15 anos da sua última passagem, Cuca foi novamente covarde no comando técnico do São Paulo. Depois de manter Alexandre e Fábio Simplicio no jogo de ida contra o Once Caldas em 2004, quando o time colombiano jogava com os 11 jogadores atrás e depois de já contar com o empate sacramentado em Manizales, antes do crime cometido por Agudelo nos instantes finais do jogo, o técnico que custa em torno de 600-800 mil por mês, repetiu a mesma história em 2019.

As alterações realizadas pelo técnico foram bizarras. Onde é que você tira dois atacantes e coloca dois volantes em uma final? Será mesmo que Cuca acompanhou os jogos anteriores do São Paulo? Será que Cuca não percebe que Jucilei não tem condições de atuar como volante? E Everton Felipe, foi escalado a mando de Fábio Mello?

Vejo muitos torcedores passarem pano para o treinador, dizendo que o mesmo perdeu Carneiro no dia do jogo. Sério que Carneiro foi desfalque? É inadmissível que um time que tenha Brenner, Helinho, Nenê e Toró no banco, entre em campo com Everton Felipe, mais uma vez.

Everton Felipe, o bonde de 6 milhões de reais

Everton Felipe foi titular nos 6 jogos do mata-mata do Paulistão. Será que conseguimos compilar um vídeo com pelo menos 10 passes certos do jogador, já que o mesmo não dá assistências ou faz gols? Jogador medíocre, caríssimo e que mata o espaço da base a cada jogo.

Quem é o pai de Everton Felipe no São Paulo? Quem o indicou ao clube? Espero que não tenha sido Diego Souza, ou que o mesmo tenha chegado apenas por indicação do empresário.

O atual São Paulo comporta-se pior que um time de bairro.

Teremos dispensas para o Brasileirão?

Não é possível que o São Paulo comece o Brasileirão com Edimar, Jucilei, Nenê, Everton Felipe, Carneiro, Bruno Peres e Jonatan Gómez no elenco. Esses jogadores precisam ser afastados o quanto antes. Até quando veremos Everton Felipe e Carneiro roubando os minutos de Toró, Igor Gomes e cia?

É necessário manter Nenê no banco, ganhando a bala que ele ganha?






O São Paulo tem uma semana para acertar seu elenco inchado, que atualmente dispõe de 36 jogadores. Não é possível que Cuca esteja satisfeito de trabalhar com essa quantidade de jogadores, ainda mais com pelo menos 20% que não agrega valor algum.

Tivemos bons frutos do Paulistão?

Apesar das minhas pesadas críticas, ainda temos coisas para elogiarmos neste Paulistão. A base mostrou ser uma importante válvula de escape para o clube. Luan, Liziero, Igor Gomes e Antony foram muito bem e caso um William Farias ou um Everton Felipe não lhes tome o espaço de maneira obscura, teremos muitas alegrias com esses jovens.

Morato, Rodrigo Nestor e Toró pedem espaço, os dois primeiros ainda estão crus, mas poderiam receber alguns minutos pro fim do Brasileirão!

Coluna passa a ser quinzenal

Infelizmente vou ter que escrever a coluna Dois Tempos a cada 15 dias. Está cada vez mais complicado para mim escrevê-la a cada semana, mas não quero deixar de trazer meus pitacos, críticas e etc.

Nos vemos agora no dia 08 de maio, quem sabe com novos ares pelos lados do Morumbi…


Mário Pravato Junior

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: