#ColunaAT – Que Cotia nos traga mais essa taça!

A coluna Carrinhos e firulas é escrita pelo Victor Oliveira e sempre será publicada às sextas, contendo muitas análises sobre o Tricolor!

Faltam dois jogos para terminar o Campeonato Paulista. 180 minutos para o São Paulo voltar a vencer a competição após 14 anos. Quatro tempos para fazer uma grande atuação e credenciar o tricolor para o restante da temporada. Definitivamente, o momento não é para análises, mas sim para torcer.

Contrariando todos os prognósticos, que davam a eliminação do São Paulo como certa já nas quartas-de-final e depois colocavam o Palmeiras como franco-favorito na semifinal, tal qual uma fênix, o Tricolor ressurgiu das cinzas do péssimo futebol, fez dois ótimos jogos contra o Ituano e dois jogos equilibrados contra o Palmeiras e garantiu a vaga na finalíssima contra o Corinthians.

Em grande parte, a recuperação do Tricolor deve-se à entrada dos meninos de Cotia no time titular. Com Luan, Liziero e Igor Gomes, o meio-campo são-paulino ganhou dinamismo e velocidade, sem perder o poder de marcação. Liziero é peça fundamental no atual esquema tático e, caso permaneça, tem tudo para ser um dos grandes nomes do São Paulo na temporada. Já Igor Gomes foi tão bem, sem sentir o peso da camisa, nos jogos em que disputou que fez o torcedor esquecer que o profeta Hernanes estava contundido, fora de combate. A substituição foi primorosa, à altura do ídolo.






Já no ataque, a velocidade, técnica e habilidade de Antony tem sido importante para o São Paulo segurar a bola no ataque, conseguir progredir nas jogadas de contra-ataque, além de levar vantagem nos duelos mano-a-mano com os defensores adversários.

Não podemos nos esquecer da solidez defensiva, principalmente depois que Hudson foi deslocado para a lateral-direita. Inegável, no entanto, o papel proeminente que as categorias de base tiveram nesse resgate tricolor no Paulistão. Após a conquista da copinha no início do ano, tomara que os garotos de Cotia tragam mais essa taça ao Tricolor!


Victor Oliveira. Tenho 26 anos, moro em São Carlos-SP. Sou Engenheiro de formação e trabalho como Analista Financeiro. Sou apaixonado pelo Tricolor desde pequeno, quando comecei a acompanhar os jogos pela TV. Neste espaço, farei análises fortes como carrinhos, carregando a sutileza de uma firula.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: