Como ajudar o menino Antony?

A Coluna do Felipe é publicada às quintas-feiras pelo Felipe Morais e sempre trará detalhes sobre a rica história do Tricolor! Clique aqui e veja todas as edições da coluna.

Amigos tricolores

Vou até escrever em caixa alta para os críticos de título nem começarem a usar o termo “modinha” só porque posso fazer uma crítica a um jogador do São Paulo, afinal, para a torcida PlayStation você não pode falar nada contra um jogador que eles já se sentem ofendidos ativando modo “criticar do iPhone dado pelo meu pai, com a conta paga pela minha mãe, pois eu quero mudar o mundo, deitado na minha cama que eu nem a arrumo porque é obrigação da mamãe”: NÃO VOU QUEIMAR um jogador que tanto confio!

Quem me acompanha, em meus textos por aqui, por exemplo, sabe que já fiz alguns textos elogiando o jovem Antony, até mais pelo seu caráter do que pelo seu enorme potencial no futebol. Sou fã do menino e acho que ele em muito breve será um dos protagonistas de títulos que o São Paulo voltará a ganhar, entretanto como disse, e reforço, Antony é só um menino que não tem nem 20 anos!!!

Responsabilidade grande

Comparo o Antony como se, na minha área profissional, o marketing, um recém-formado, um trainee, assumisse a diretoria de marketing de uma multinacional! Até o ano passado, Antony era um reserva de 18 anos que entrava aos poucos no time titular. Sua excelente Copa São Paulo, onde foi protagonista do título, o credenciou a ser promovido ao time titular pelo Jardine. Mancini, que assumiu no lugar do jovem – e também muito promissor técnico – manteve o atacante que caiu nas graças da torcida até fazendo o gol do tricolor na disputa do título do Paulistão desse ano! Ele tem, repito, muito potencial para ser um craque e ídolo no time, mas vamos com muita calma com ele.

Vislumbrado?

Se alguém aqui achar que o sucesso subiu á cabeça do menino, tem meu apoio. Eu acho que tem um pouco disso sim, o que não tem nada, absolutamente nada, de errado com isso. Nada mais comum do que um jovem, que vem de uma família humilde, que teve uma infância difícil e com dificuldades ficar com a cabeça confusa com todo o dinheiro, fama e projeção que ele teve em menos de 1 ano! Repito, em Setembro do ano passado, poucos torcedores sabiam quem Antony era, hoje, ele é uma realidade no time e com muito potencial.

Não sei o salário dele, e pouco me interessa, pois ele deve ganhar o que merece, mas acredito que o salário dele deve ser maior do que seus pais ganhavam no ano, com muita luta! Ótimo para ele, que com o caráter que tem, deve ajudar muito a família, esse é o lado bom, o ruim é que a fama e o dinheiro mexem com qualquer um. Vejam o exemplo do “menino Ney” que com quase 30 anos ainda se comporta como se tivesse 17… não é o caso do Antony que é bem mais maduro que o “menino Ney” mas a joia #madeincotia está com a cabeça mexida com a sua nova vida!

O que fazer?

Colocar o jovem no banco, nesse momento pode ser traumático. Ou não! No momento, o São Paulo não tem jogador no ataque para isso, logo, ele está garantido para as próximas rodadas já que Pablo, Pato, Toró e Rojas estão em recuperação. Helinho ainda não emplacou, portanto, Cuca tem à disposição apenas 3 atacantes para 3 vagas.






Quando Pablo e Pato voltarem, assim como Hernanes, penso que Cuca jogará Daniel Alves para a ala direita, automaticamente colocando Antony no banco, entretanto, ao meu ver, é exatamente com a volta dos dois que o futebol do menino vai crescer muito! Daniel Alves talvez possa ganhar a vaga de Liziero deixando o profeta mais à frente e mantendo Antony na ponta, isso é um problema do Cuca, mas fica aqui a minha opinião de torcedor.

Banco?

Sim, eu colocaria. Mas não de uma forma autoritária e sem satisfação, isso mexeria demais com a cabeça do menino e o psicológico dele ficaria pior, o que seria péssimo para a sua recuperação e afirmação como o jogador que tem todo o potencial do mundo para ser.

Acredito que seria interessante um papo dele com Raí, que demorou 3 anos para ser o Terror do Morumbi. Chegou como irmão do Sócrates, mas se tornou um grande ídolo! Acredito que Lugano seria importante em um outro bate papo, assim como o elenco todo abraçasse o jogador a começar pelos líderes como Daniel Alves, Hernanes e Pato, aliás, esse é importantíssimo para dar força ao Antony. E nós, torcedores, mais importante ainda! FORÇA GAROTO! Estamos com você!


Felipe Morais. Publicitário, apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube. Sócio da FM Planejamento, Palestrante sobre marketing digital, comportamento de consumo e inovação. Autor dos livros Planejamento Estratégico Digital (Ed. Saraiva) e Ao Mestre com carinho, o São Paulo FC da era Telê (Ed Inova) – www.livrotele.com.br

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Comente com sua conta do Facebook: