E a 32° rodada do Brasileirão já passou para nós…

Por Tathiane Marques

O primeiro tempo mostrou que os improvisos de Aguirre são totalmente desnecessários.

E a pergunta que ainda se faz presente é por quê não utilizar os meninos da base?

Foi um jogo equilibrado, porém o futebol de ambas equipes ficou bem abaixo do esperado.

Os gols foram seguidos, nem deu tempo de comemorar, o do Diego Souza foi aos 8 minutos e o do Uribe aos 10.

A posse de bola foi maior por parte do Flamengo, com vários chutes a gol e milagrosamente com uma defesa do Sidão, o empate continuou.

No início do segundo tempo o Tricolor foi pressionado pelo adversário.

E em sua estréia, Helinho aos 50 minutos com uma jogada espetacular, na sua primeira oportunidade marcou … E que golaço, uma pintura, coisa de craque!

Aos 20 minutos, Aguirre substituiu Carneiro na tentativa de segurar o avanço do adversário.

Luan foi substituído com problemas no tornozelo, nem conseguia colocar os pés no chão, Araruna entrou.

O árbitro foi muito amador ao não parar o jogo com o Liziero no chão, mesmo os adversários alertando que não era cena.

Aos 37 minutos da etapa complementar, o jogador Vitinho driblou dois jogadores e Rodney empatou o jogo.

O Flamengo jogou melhor que o São Paulo no segundo tempo, tivemos sorte do adversário não ser tão eficiente nas finalizações, e pelo surpreendente desempenho do Sidão com algumas defesas salvadoras.






Diante desse empate, o que nos resta é nos alegrarmos com uma possível vaga na Libertadores…

Foto: Rummens

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Comente com sua conta do Facebook:
Você já conhece a Loja do Arquibancada? Modelos exclusivos para você mostrar o seu amor pelo Tricolor!

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor

Leave a Reply