Era Crespo: olhar sincero sobre o início do argentino no SPFC | OPINIÃO

A Era Crespo no São Paulo está apenas começando e qualquer opinião é mera especulação e não deve ser levada tão a sério assim. Porém, venho aqui trazer um olhar sincero que fica entre a empolgação e o medo de me iludir novamente (pela centésima vez).

Para começo de conversa, o técnico argentino mostrou até aqui algumas ideias promissoras para o tricolor. E a característica que mais me chamou a atenção eu conto abaixo.

São Paulo de Crespo tem sangue argentino

Jogar com um time ofensivo, que valoriza a posse de bola e vence títulos é o sonho de qualquer torcedor. Mas, montar um elenco assim custa caro e não é viável para a grande maioria dos times brasileiros.

Crespo entendeu isso perfeitamente. O São Paulo é um time argentino: com pegada e com alma. A regra é lutar para vencer e não ter um plano de jogo fixo. Isso foi provado nos últimos dois jogos contra São Caetano e Red Bull Bragantino.

São Paulo goleia o São Caetano
Rubens Chiri / saopaulofc.net

Contra o azulão, uma equipe numa pior fase, o treinador soltou mais o time e o resultado foi uma sonora goleada. No entanto, contra o enjoado Bragabull, Crespo colocou o volante Luan para marcar Claudinho, o craque do Brasileirão. O bom jogador ainda está no bolso do Kanté do Morumbi

A posse de bola com Crespo é mais vertical

O argentino também gosta de construir um jogo com posse de bola. Mas, ao contrário do antigo treinador, ele não é refém do sistema. Ou seja, quando os jogadores se viram em uma posição complicada, o chutão não é mais um motivo de vergonha.

Além disso, o SPFC deixou de ser um time sonolento que só toca a bola de lado. Agora, Reinaldo tem liberdade para se aventurar ainda mais no ataque. Isso deixou o time mais direto e agressivo.

Começo animador, mas ainda falta

Claro que falta. Ainda é só o começo e a pandemia não facilitou. Mas para a torcida inteira ficar “Crespalizada” é fundamental vencer clássicos. Porém, ainda falta criatividade no meio campo e mais velocidade para surpreender times mais fortes. 

Enfim, o olhar sincero para o começo da Era Crespo é que a volta dos 3 zagueiros, é ponto positivo para o comandante.

São Paulo vence o Bragantino
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Mas, precisamos ter calma para não se iludir novamente. Tudo isso ainda precisa ser provado em jogos grandes e o campeonato paulista pode ser o início de uma era vitoriosa para o Tricolor.


Gabriel Augusto. Gabriel é Redator, tem 27 anos e é um dos maiores Corneteiros de sofá do SPFC. Perfil no Twitter (@augustopontotxt)

*As opiniões expressas aqui são de responsabilidade do autor do texto, e não refletem a opinião do site

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter. Conheça a nossa Loja.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você concorda com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais