Juanfran e Dani Alves podem jogar juntos?

A Coluna do Felipe é publicada às quintas-feiras pelo Felipe Morais e sempre trará detalhes sobre a rica história do Tricolor! Clique aqui e veja todas as edições da coluna.

Assim como a esmagadora maioria dos são-paulinos, estou muito feliz com as contratações. Raí, você é ídolo, sem dúvida, o que você fez em campo pelo São Paulo jamais será apagado, mas fez uma série de contratações equivocadas e coisas erradas, como declarações polêmicas em relação a política e ao seu papel de ídolo, por isso, sofreu críticas pesadas. Eu, mesmo o tendo como o meu maior ídolo no São Paulo, ao lado de Zetti, Careca e Telê, o critiquei, mas agora, você deu duas tacadas de mestre, e de cara ainda deixou a imprensa corintiana com a cara mais para baixo que barriga de cobra! Obrigado, de novo, Rei do Morumbi!

A euforia Daniel Alves está alta pelos lados do Morumbi, não é para menos, trata-se de um craque consagrado que vem para somar e muito. Titular absoluto, seja na lateral direita, onde imaginamos que ele irá jogar, ou no meio, como se especula os mais e 22 milhões de técnicos-torcedores do São Paulo. Tirando a posição do Volpi, eu já li torcedor colocando o Dani Alves em todas as posições possíveis, até no lugar do fraquíssimo Reinaldo, mas esse é um papel que pode muito bem ser desempenhado pelo Juanfran. Até por um cone, mas se temos um cara como Juanfran no time, melhor ele que o cone.

Donos das laterais?

Até a semana passada, o Flamengo era o time que tinha feito as melhores contratações para as laterais. Rafinha, com excelente passagem pelo futebol alemão e Filipe Luiz com passagens pela Seleção e futebol espanhol. Dois jogadores acima da média, sem dúvida, Filipe até com mais nome que Rafinha, que sempre jogou no futebol alemão com poucas passagens pela seleção brasileira, até porque, depois de Cafú, o dono da lateral direita da Seleção é o nosso Daniel Alves, onde em 2006 teve a sua primeira convocação para nunca mais sair das listas dos técnicos que passaram por lá como Mano Menezes, Dunga, Felipão e agora Tite. Rafinha pouco foi chamado para a seleção, mesmo o Brasil sendo carente na posição, bom diferente de zagueiros e atacantes, por exemplo. 

Juanfran é pouco conhecido do futebol brasileiro. Fez carreira na Espanha, país onde nasceu. Passou pelo Real Madrid, mas fez carreira com 8 anos jogando pelo Atlético de Madrid. Ouvi um comentário na TV, que diz muito sobre ele “para jogar como titular no time de Simeone, precisa estar acima da média em tudo, do jogo ao dia a dia com o grupo” então, acredito que o São Paulo tenha feito uma grande contratação trazendo o espanhol, um país que o São Paulo tem pouquíssima tradição de ter jogadores em seu elenco nascido por lá. Apenas em 1936, o tricolor teve Carazzo e agora, em 2019, Juanfran.

Em um primeiro momento, como disse, li e ouvi que o espanhol pode, tranquilamente, jogar na lateral esquerda, deixando o Cosplay do Tiririca fazendo seu melhor papel, o de piadista do almoço. Se isso se mostrar real, acredito que o São Paulo vem com uma força acima de qualquer outro time, tendo dois laterais excelentes, dando suporte a uma sólida defesa, um meio de campo forte e um ataque poderoso. No papel, o São Paulo não está abaixo de nenhum time da América do Sul, cabe ao Cuca fazer o “papel jogar” ou seja, conseguir encontrar um equilíbrio que possa fazer com que todos esses caras juntos joguem, em alto nível. 

Se isso ocorrer, que o São Paulo já ajeite a sala de troféus que o 7º Brasileirão está a caminho, mesmo nós estando há 11 pontos do Santos, mas em 2008, Muricy comandou o time para buscar o Grêmio com a mesma distância e em menos tempo, porque não sonhar com Dani Alves, 11 anos depois fazendo o mesmo?

Que time!

Como disse, no papel, o São Paulo não está atrás de nenhum time no Brasil. Basta ver a escalão: Volpi, um dos melhores goleiros do país. Daniel Alves, o melhor lateral direito do mundo. Bruno Alves e Arboleda, uma das melhores duplas de zaga do país, sendo Arboleda o melhor zagueiro em atividade no Brasil. Juanfran, se assumir a lateral esquerda, como um dos melhores do país. No meio, temos Luan, um volante com enorme potencial, Hernanes, um craque, e Tchê-Tchê ou Igor Gomes para fazer a saída de bola, ao lado do Profeta. Um ataque com Antony, Pablo e Pato, qualidade, técnica e raça. Dá para sonhar? Acredito que dê, e muito, para sonhar!

Juanfran é lateral direito!

Aposto que muitos que leram esse artigo pensaram isso. E eu concordo. Ele veio para jogar por ali, mas ele vai disputar posição com o melhor do mundo? Ele veio para ser reserva? Obviamente ele vem para ser titular do time. Mas como encaixar 2 laterais direitos no mesmo time? Cabe a Cuca, a quem acredito ter total capacidade, de achar os espaços para as peças que tem. 

O que tenho lido nos últimos dias é que Daniel Alves, pela idade e por vestir a camisa 10 do São Paulo, pela chegada de Juanfran vem para jogar no meio de campo/ataque do São Paulo, deixando Juanfran na lateral. Faz um sentido esse achismo, até porque Daniel Alves poderia ser o 2º volante, no lugar de Tchê-Tchê, um meia mais avançado recuando Hernanes para esse jogar na sua posição de origem ou até, tirando o xodó da torcida, Antony, colocando Dani Alves mais próximo a área, mais próximo de Pablo e Pato. Outra possibilidade é em um 3-5-2 Daniel e Juanfran atuarem pela direita, com Juanfran mais preso a marcação e Daniel Alves mais o ala pela direita. Putz, possibilidades tem aos montes. Até de Dani Alves jogar na esquerda é possível, pois já fez isso algumas vezes, com qualidade, mas não com a mesma que o credenciou ao posto de melhor lateral do mundo.






Imprensa perdida

Bastou o São Paulo confirmar a chegada do Dani Alves, para a imprensa jogar a enquete de quem é melhor “Rafinha ou Daniel Alves”. Bastou a confirmação da chegada para os corintianos jogarem nas Redes Sociais que tem Fagner e por isso não precisam do Daniel Alves, ou os Palmeirenses que não convenceram Dani Alves com o dinheiro da Tia Leila, ficar postando vídeos do Daniel Alves desfilando de sapato alto ou saindo do armário. Minhas respostas a isso, são simples:

Flamengo: Quantas vezes o Rafinha foi eleito melhor lateral do mundo e quantos títulos ele tem?

Corinthians: Fagner? É sério isso? 

Palmeiras: Para quem acha que é campeão mundial de 1951, vocês não entendem mesmo uma brincadeira?

Dani Alves e Juanfran. Bem vindo aos São Paulo. Apenas joguem o que sabem. Apenas honrem a camisa do São Paulo como fizeram com Sevilla, Barcelona, Seleção Brasileira, Real Madrid, Atlético de Madrid e Seleção da Espanha. Tragam os títulos que estão acostumados a ganhar para os lados do Morumbi!


Felipe Morais. Publicitário, apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube. Sócio da FM Planejamento, Palestrante sobre marketing digital, comportamento de consumo e inovação. Autor dos livros Planejamento Estratégico Digital (Ed. Saraiva) e Ao Mestre com carinho, o São Paulo FC da era Telê (Ed Inova) – www.livrotele.com.br

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Comente com sua conta do Facebook: