Foto: São Paulo FC

Tem sido impressionante ver a “palmeirização” de boa parte da torcida do São Paulo nos últimos dias. E quando falo esse termo, quero comparar o que estão fazendo do lado de lá do muro, com cobranças infundadas.

São realidades distintas, mas eles venceram uma Libertadores outro dia e resolveram focar em um possível Tri, deixando de lado o Paulista, disputando com um time reserva/misto. A torcida deles está criando uma crise onde não existe, sendo que em muitas oportunidades, fizeram pouco caso com o estadual.

No caso da torcida do São Paulo, uma parcela já tem apedrejado o treinador Crespo e o planejamento para os jogos, ignorando completamente o fato de termos um calendário com jogos decisivos a cada 2 dias e contusões de jogadores importantes por lesão muscular.

Não seja incoerente ou cego!

Sem clubismos e deixando o lado torcedor de lado: O São Paulo não é favorito à conquista da Libertadores. Pode até vir a ser, mas isso depende de muitos fatores e superação.

Nossa briga é para sair do jejum e conquistando o Paulista, podemos sim ter mais tranquilidade para os próximos meses.

O São Paulo precisa muito de um título, tirar o jejum e a zica de muitas campanhas que bateram na trave. Até mesmo para tirar a pressão de bons jogadores da base que já estão sendo cornetados sem dó e piedade.

Nessa linha de pensamento de alguns, Crespo não chegará a comandar o São Paulo no Brasileirão, se perder o Paulista ou não cumprir a “obrigação de vencer a Libertadores”. Não há obrigação alguma aqui. Aliás, as chances para isso acontecer são pequenas, já que não somos os favoritos. Acordem!

Planejamento correto. Prioridades respeitadas de acordo com o que podemos alcançar

Pode parecer um discurso pessimista para alguns que pensam de forma arrogante, achando que o São Paulo é o franco favorito e temido de outrora. Nem mesmo o time de Telê contava com tanta confiança da torcida na época. Calma lá.

Pra mim, Crespo e seu planejamento estão corretíssimos. Já temos desfalques por cansaço físico e o time tem que entrar forte para ganhar o Paulista. Muita gente já reclama e depois lamentaria se tivéssemos contusões e desfalques para a reta final do estadual.

Da mesma forma que pediram o time titular contra o Corinthians, se calaram quando viram Luciano, Dani Alves e Eder sentirem o impacto de tantos jogos, na partida seguinte.

Segure sua emoção. Todos os são-paulinos querem ser campeões, mas você realmente acha que dá pra ir com força máxima nessa sequência de partidas que as federações vem impondo aos times?

Sequência importante e desgastante

O São Paulo joga depois de amanhã (sexta) um mata-mata contra a Ferroviária e se passar, já joga no domingo pela semifinal do estadual. Na terça (18) já pega o Racing no Morumbi, pela Libertadores e logo depois pode ter as finais do Paulista, caso se classifique.

Lembrando que o Brasileirão já começa no dia 29 de maio contra o Fluminense no Morumbi e no dia 01 de junho, temos uma viagem para o Piauí para o jogo da Copa do Brasil. Tá fácil?

Para muitos, sim. O São Paulo entrará em campo, vencerá todos os jogos, pois tem essa obrigação por ser o maior time do planeta e se não vencer, #ForaCrespo

E você? Pensa como? Opine!

Post anteriorSão Paulo vence outra vez o Minas e abre 2×0 na semifinal do NBB
Próximo PostSão Paulo vence o Botafogo e sobe na tabela
42 anos, paulistano, são-paulino e um dos criadores do Arquibancada Tricolor. Apaixonado por Formula 1, Futebol, boa música e tecnologia!