Daniel Alves e Gabriel Sara
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Dois tempos é a coluna do Mário Pravato, publicada no Arquibancada Tricolor desde 2017, abordando tudo sobre o Tricolor Paulista.

Depois de 3 semanas de férias e muitos quilômetros rodados pelo sul do Brasil, volto a escrever nesta coluna e desta vez com o Tricolor como líder do campeonato, mesmo com um jogo a menos e seguindo como os azarões!

Azarões, sim!

Não vou cometer o erro que já cometi algumas vezes nesta coluna, ao exigir que o São Paulo trate a competição X como foco, ou para dizer que chegou a hora de ganhar A ou B.

Com a vitória contra o Sport neste último domingo, garantimos a nossa permanência na Série A para 2021! Primeira meta concluída!

Daniel Alves e Gabriel Sara
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Seguimos como azarões, não somos os milionários Flamengo, Palmeiras ou Atlético-MG, eles sim são os favoritos do Brasileirão. E falando em Copa do Brasil, Palmeiras e Grêmio são os outros favoritos.

Será que dá vaga na Copa Sul-Americana?

Seguindo como azarão e sem a preocupação pelo rebaixamento neste Brasileirão, o novo foco do São Paulo deve ser a vaga na Copa Sul-Americana em 2021!

Sim, a nossa meta atual deve ser a Sul-Americana 2021 e não a Libertadores. Vamos com calma pessoal, tem muito campeonato em disputa ainda!

Luciano comemora
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Falando sério

Falando sério agora, sim, somos líderes, mas ainda é muito cedo para esperar ou comemorar qualquer coisa. O São Paulo precisa seguir ganhando, seja de 1 a 0 como contra o Sport.

Na véspera do Natal e do Ano Novo, teremos duas batalhas duríssimas contra o Grêmio, outro time que vem em um crescimento absurdo nas últimas rodadas. Na boa? Vamos jogar para se divertir, sem pressão, e quem sabe com pelo menos mais 7 pontos no Brasileirão, onde enfrentaremos Botafogo, Corinthians e Atlético-MG.

Sem extracampo atrapalhando

Casares e Natel

Vamos torcer para que os filhos de Juvenal Juvêncio não atrapalhem os resultados dentro de campo, com suas brigas políticas ridículas. Que a eleição do clube tenha impacto zero no futebol profissional.

Que o candidato eleito não abra a sua boca para falar besteiras e dizer que trocará A, B ou C assim que o campeonato terminar.

Agora é a hora de focar apenas no São Paulo.


Mário Pravato Junior

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site