Palmeiras x São Paulo: um roteiro já esperado

Espaço do Torcedor é a coluna quase que diária do Arquibancada Tricolor, que dá voz a todos os torcedores da arquibancada. Quer ver seu texto publicado aqui? Mande uma mensagem para nós!






O Allianz serviu e serve para mostrar ao São Paulo a areia movediça que o time está há anos. Para tentar explicar a derrota no clássico, falar da parte tática, técnica, física não é o suficiente. Já fomos a esse estádio com técnicos retranqueiros, ofensivos, nem um nem outro, etc. Mesmo assim perdemos. Jogamos lá com times piores, iguais e até possivelmente melhores que esse e sucumbimos.

Entramos na arena com um histórico horrível e, ao invés de se impor para mudar isso, fizemos exatamente o contrário, reafirmamos que somos medíocres nesse estádio. A impressão que dá é que todo torcedor são-paulino, após o primeiro gol sofrido, sabia que o restante do jogo teria um roteiro igual ao dos jogos passados.

Vários sinais foram dados para a reafirmação da mediocridade são-paulina, e podemos comprovar essa tese quando vimos um centroavante – tecnicamente limitado – do rival brigando por todas as bolas, indo para cima, abrindo espaço e o nosso fazendo exatamente o oposto. Um garoto tentando dar um drible de elástico, inútil, perdendo de 3 a 0. Nosso lateral /meio campo / nem um nem outro, nos brindando com a cobrança de escanteio displicente que gerou um contra-ataque onde o sistema defensivo foi incapaz de parar a jogada com uma falta.

Diante de todo esse cenário não era difícil adivinhar que sairíamos de lá humilhados mais uma vez. Nossos problemas estão longe de estarem apenas no time, o buraco é mais em baixo (ou mais em cima) com uma diretoria que, com requintes de crueldade, vai tirando, sugando, todo ânimo e energia da torcida. Eu sei que é difícil, mas a verdade é uma só: os torcedores do São Paulo Futebol Clube estão sozinhos, abandonados numa ilha de desilusão e angústia.

Salve o Tricolor Paulista!


Willian Pereira. Sou pedagogo, especializado em orientação educacional. Nasci em São Paulo e moro hoje na cidade de Vitória da Conquista – BA. Gosto de futebol e amo meu time. Gosto também de opinar e discutir sobre o São Paulo Futebol Clube e para expor isso criei um perfil no Instagram chamado “Tricolor Terceiro Tempo”, onde procuro fazer comentários pós jogo.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Comente com sua conta do Facebook: