Sai zica!!!

A Coluna do Felipe é publicada às quintas-feiras pelo Felipe Morais e sempre trará detalhes sobre a rica história do Tricolor! Clique aqui e veja todas as edições da coluna.

Amigos tricolores.

Estamos, essa semana, empolgados depois do jogo da última 2ª feira. A goleada frente ao fraco time da Chapecoense foi ótima, lavou a alma. Espero, sinceramente, que tenha sido aquele jogo de ressurgimento do time e que o Cuca tenha encontrado o esquema ideal para o São Paulo. No primeiro tempo, um jogo morno com um 0X0 merecido. No 2º tempo, Cuca ousou, mudou, tirou um volante e colocou o time mais no ataque. Mostrou que está mais envolvido com o time e conhecendo mais os jogadores. O resultado, foi uma goleada de 4X0 com um futebol convincente e envolvente, pena que foi apenas no 2º tempo.

Não vou aqui ficar analisando o jogo, lance a lance, afinal, muitos jornalistas já o fizeram e nada agregaria aqui, porém, como um artigo se caracteriza por ser um texto de opinião do autor, vai aqui a minha opinião sobre o São Paulo do ultimo jogo: Que jogue assim mais vezes! O São Paulino pede por isso, merece isso! Vamos São Paulo! A começar, parabéns pelo mais de 35 mil torcedores que em uma fria noite de 2ª feira, compareceram bravamente ao Morumbi, mesmo com o time não estando “aquela maravilha” que esperamos, aliás, um time jogando o potencial que pode jogar. Time que tem Hernanes, Pato, Volpi, Arboleda, Bruno Alves, Pablo, Everton, Antony, Igor Gomes não pode estar em 12º na tabela, como estávamos antes da goleada frente a Chapecoense. Esse time, é para estar no Z4 disputando títulos, até porque o técnico que hoje está no banco é um técnico com histórico recente de vencedor e conhecedor de futebol. Isso também nos credita a estar entre os 4 primeiros colocados e não na “zona da Sulamericana”.

Everton

Fico feliz do meia atacante ter entrado bem. Ele entrou com vontade, aliás, isso nunca lhe faltou, mas precisa ser mais efetivo ao time. O primeiro gol, saiu de uma jogada característica dele, pouco feita nos outros jogos. Não sentiu, não se machucou e isso é uma boa notícia para nós. Ele, em forma e focado, é titular nesse time, até em um potencial 4-4-2. Tem uma concorrência forte com Pato, mas se esse não voltar a ser o jogador que sempre foi, perderá espaço. Gosto do Pato, torci e vibrei com a sua volta, mas no futebol de hoje, o nome já não joga mais. É preciso, em campo, fazer a diferença, ainda mais porque ele é diferenciado.






Ontem, perdeu espaço no 2º tempo para Everton e isso, se ele não abrir os olhos, poderá ser uma constante. Pato é diferenciado, mas precisa provar isso em campo. Ama o São Paulo, isso é um passo importante, optou em voltar para o time, mesmo com diversas propostas, até da Tia Leila, e isso conta muito, mas seu futebol precisa voltar a ser daquele Pato que o tricolor conhece tão bem.

Antony

Esse menino é uma joia que o São Paulo tem. Feliz por ele ter ficado no São Paulo e renovado. Feliz por suas declarações, mostra que ele tem a cabeça no lugar, diferente da esmagadora maioria de jovens com a sua idade. Espero que o aumento salarial não suba a cabeça, as propostas menos ainda e que Pato seja uma importante boa influencia para o garoto, que tem tudo para ser um dos grandes ídolos dessa geração do São Paulo. E que ele seja mais efetivo como Muller recomendou no último Mesa Redonda (TV Gazeta).

Fez mais um gol pelo São Paulo, o gol que “abriu a porteira” para a goleada, o que foi importante para tirar o peso das costas do time, para derrubar esse tabu sem vencer em nossa casa desde Abril, sem vitórias a 7 ou 8 jogos, estigma do Cuca-Empate. Chega! O São Paulo tem 3 mundiais, meus amigos, isso nos coloca em outro patamar, no topo da elite do futebol nacional, não é um time para estar, de novo, na “zona da Sulamericana”. Estar no Z4 é obrigação do São Paulo, ganhar o campeonato, é o prêmio. E vamos!!!

Raniel

Ainda é muito prematuro falar desse jogador. Em seu 2º jogo, fez um gol de camisa 9, brigou com o zagueiro, a bola sobrou, colocou para dentro. “Centroavante raiz” é assim mesmo. Não pode bobear que ele guarda. Ainda está se adaptando ao time, esquema e se entrosando, mas pelo menos mostrou oportunismo e raça. Precisamos disso!

Vitor Bueno

Esse jogador tem enorme potencial, mas ainda não mostrou a que veio. Com a saída de Nenê, ele e Igor Gomes são os meias que podem fazer a bola chegar com qualidade. Lucas Fernandes não sabe se fica e Gabriel Sara ainda se recupera de lesão. Ele chegou para ser titular. Na minha cabeça, eu colocaria o São Paulo no 4-4-2 com 2 volantes e 2 meias. Luan, o volante de contenção. Tchê-Tchê como 2º volante com saída de jogo. Hernanes como um volante / meia e mais a frente um meia de qualidade, podendo ser o Vitor Bueno. Mas só depende dele.

Cuca

O técnico é muito contestado no Brasil. Seja quem for. Até Telê Santana, no São Paulo, foi chamado de Burro, em 1994, depois de ter nos dado Paulista, Brasileiro, Libertadores e Mundial. O técnico sofre, mas convenhamos que há alguns que não tem a menor noção e só porque jogaram bola acham que são técnicos. Mas temos que concordar que temos muitos técnicos de ponta no Brasil e Cuca é um deles. Começou mal no São Paulo, mas já li algumas matérias em que mostravam Cuca começando mal em todos os times, mas depois deu a volta por cima. Espero que o jogo volta por cima tenha sido contra a Chapecoense.

Cuca mexeu bem. Tirou Pato, em uma noite infeliz, para colocar Toró pensando na velocidade para quebrar o sistema defensivo. Colocou Everton no lugar de Luan para abrir mais o time, deixando apenas um único volante. Esse esquema é o que o Flamengo está trazendo com seu técnico Jorge Jesus. Precisa vir, mesmo, um técnico de fora para fazer algo diferente? O São Paulo foi para cima, pois jogou no 4-2-4, ousou e deu certo. Não sei se contra o Palmeiras, Corinthians ou Flamengo isso daria certo, mas contra times e menor expressão e em casa? Tem que ir para cima!


Felipe Morais. Publicitário, apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube. Sócio da FM Planejamento, Palestrante sobre marketing digital, comportamento de consumo e inovação. Autor dos livros Planejamento Estratégico Digital (Ed. Saraiva) e Ao Mestre com carinho, o São Paulo FC da era Telê (Ed Inova) – www.livrotele.com.br

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Comente com sua conta do Facebook: