#TBTricolor – O ano em que a moeda caiu em pé

A coluna #TBTricolor escrita pelo Jean Cláudio será publicada sempre às quintas-feiras com o foco na história do Tricolor!

Olá, torcedor Tricolor, tudo bem?

Estamos estreando hoje aqui no Arquibancada Tricolor a coluna #TBTricolor.

Para quem não sabe, o #TBT é um termo da internet. Ele vem do inglês Throwback Thursday e pode ser traduzido como “Quinta-feira de Lembrança”. Os usuários das redes sociais utilizam essa hashtag para postar fotos e vídeos que despertam o sentimento de nostalgia. E é essa também a ideia dessa coluna. A partir de hoje, vamos juntos viajar pela memória do nosso Tricolor e relembrar grandes jogos, grandes conquistas, ex-jogadores e tudo o que faz parte da história do nosso São Paulo Futebol Clube.

Cara ou coroa?

Não podemos começar nossa coluna sem relembrar um ano em que o São Paulo começou desacreditado, mas que fez valer a alcunha de Clube da Fé e superou seus dois principais adversários para sagrar-se campeão paulista.

O ano era 1943. Nossos rivais Corinthians e Palmeiras revezavam-se no título do Paulistão, que naquela época tinha uma importância muito maior do que hoje em dia. Na reunião para a definição do regulamento daquele campeonato, a piada foi de que não havia a necessidade da disputa de um campeonato inteiro, pois era mais fácil descobrir o campeão no “cara ou coroa”. Questionados sobre as chances do São Paulo, foi dito que o Tricolor seria campeão apenas no caso de a moeda cair em pé. 

E não deu outra!

O campeonato foi disputado no formato de pontos corridos, todos jogando contra todos em dois turnos, com 11 equipes.

O três últimos jogos do São Paulo foram três clássicos, sendo vitórias fora de casa contra Corinthians e Santos por 2×0 e 4×1, respectivamente, e um empate sem gols contra o Palmeiras, ocasião em que a moeda caía de pé e o São Paulo sagrava-se campeão Paulista pela segunda vez em sua história.

Além desses jogos, naquela edição ainda aplicamos 6×1 no Santos, 8×1 e 9×0 na Portuguesa Santista. Naquela edição foram 15 vitórias, 3 empates e 2 derrotas.

De volta ao presente, Corinthians e Palmeiras estão revezando o título do Brasileirão. Em 2015 e 2017 nossos rivais alvinegros levaram o caneco e em 2016 e 2018, foram os alviverdes.






Quem sabe a moeda não cai em pé mais uma vez, não é mesmo?

Um grande abraço e até o nosso próximo #TBTricolor!

Jean Cláudio

Jean Cláudio. São-paulino jornalista. E não o contrário, pois antes de escolher a profissão, escolhi torcer pelo São Paulo. Apaixonado por história e por leitura, amo conhecer mais sobre as memórias do futebol e principalmente, do Tricolor Paulista.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Comente com sua conta do Facebook:
Você já conhece a Loja do Arquibancada? Modelos exclusivos para você mostrar o seu amor pelo Tricolor!