Tricomentando – A hora das promessas se tornarem realidade

A coluna Tricomentando é escrita pelo Lyncon Pradella e será publicada sempre aos sábados!

Se compararmos o elenco do São Paulo com o de outros clubes brasileiros, veremos que não ocupamos a primeira prateleira – esta representada por Palmeiras e Flamengo. Apesar disso, bons nomes vestirão a camisa mais pesada do Brasil em 2019. Hernanes, Pablo e Volpi elevaram o patamar do tricolor, mas não basta. Se quisermos chegar ao topo, precisaremos que as promessas se tornem realidades.

Era início da trajetória de Aguirre quando Liziero estreou. Nos primeiros jogos demonstrou ser um jogador com potencial mundial – principalmente no jogo contra o Corinthians, pelo Paulistão. Alguns jogos depois, nosso segundo volante caiu de rendimento com toda a equipe, porém, sua qualidade nunca foi questionada, apenas sua intensidade.

Chamado às pressas para um jogo do Brasileirão, Luan não teve tempo de sentir pressão no profissional. Precisou vestir a camisa e dar conta do recado. Em seu segundo jogo e primeiro como titular, o garoto deixou a alma no Mineirão. Fez uma excelente partida e caiu nas graças dos torcedores. Na partida em que se contundiu, inclusive, era o melhor em campo contra um Flamengo claramente superior.

E por falar neste confronto, foi em seus primeiros quatro minutos como profissional e primeiros toques na bola que Helinho deixou sua marca: um corte seco para dentro e chute colocado no ângulo. Ali nasceu o que pode ser a próxima joia do São Paulo.

Acho que ficou claro o que realmente precisamos para conseguir brigar de igual com Flamengo e Palmeiras. Se não ficou claro, tudo bem, eu reforço a explicação. O tricolor necessita que as promessas (Helinho, Liziero e Luan) se tornem o que esperamos deles. Algo como o que aconteceu com Artur e Luan, no Grêmio. O trio, mais Igor Gomes, apelidado de Kakazinho, pode surpreender esse ano e transformar o Clube da Fé em uma equipe muito mais forte. E o melhor: todos têm potencial para isso.

Essa temporada será melhor que a anterior, mas caso nossas promessas evoluam definitivamente, o ano tricolor poderá ser cheio de alegrias.

Lyncon Pradella

Nasci, cresci e morrerei são-paulino. Jornalista que não esconde o amor pelo clube. Meus ídolos: Ceni, Lugano, Mineiro, Dagoberto e Hernanes.






*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Comente com sua conta do Facebook:
Você já conhece a Loja do Arquibancada? Modelos exclusivos para você mostrar o seu amor pelo Tricolor!

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor