Intervalo no Morumbi: São Paulo x Bahia

Pressionado pelos resultados da última rodada do Brasileirão, o São Paulo veio a campo nesta noite de sábado no Morumbi para enfrentar o Bahia, ainda com o desfalque de Everton (contundido) e Reinaldo (suspenso), porém com o retorno de Diego Souza para reforçar o ataque.

Surpreendentemente, quem tomou a iniciativa de ataque no início do jogo, foi o time do Bahia que obrigou uma defesa de Sidão e pressionou a saída de bola do São Paulo, que teve dificuldades nos primeiros minutos.

Após a turbulência inicial, o São Paulo passou a se organizar melhor e aos 9 minutos, Nenê lança Diego Souza que partiria sozinho na cara do gol, mas o bandeira anota impedimento do camisa 9.

O jogo seguia mais truncado no meio campo e com o Bahia chegando mais na área do São Paulo do que a lógica nos faria pensar. Faltava uma melhor ligação de nosso meio campo com o ataque e maior domínio da posse de bola.

Aos 17 minutos, Régis para uma jogada no meio campo, normal e leva amarelo, revoltando a torcida, ainda mais porque no lance anterior, houve um toque de mão do zagueiro do Bahia interrompendo o ataque do São Paulo e o árbitro não marcou nada. Régis não enfrentará o Santos, suspenso com este cartão.

Aos 23 minutos, após cruzamento de Régis, Nenê tenta chutar de primeira, mas a bola passa alto, sobre o gol baiano sem sustos. O São Paulo tentava crescer na partida, que ainda mostrava equilíbrio com a forte marcação do Bahia.

Em uma cobrança de falta levantada na área de ataque, Edimar finaliza de cabeça aos 27 minutos, mas novamente, a bola sobe muito e não assusta o goleiro Douglas.






Susto!

Um susto aos 31 minutos, com o Bahia partindo para o ataque e após corte mal feito por Anderson Martins, a bola sobra na esquerda de ataque deles e Gilberto recebe o cruzamento na pequena área, marcando o gol, bem anulado por impedimento.

O São Paulo tentava algumas jogadas pelas pontas, mas sentia claramente a falta de Everton, o motor desse time. Além disso, levou alguns sustos em suas laterais, com as investidas dos jogadores do Bahia.

Dificuldades

Aos 35 minutos, Hudson rouba a bola, avança pela lateral direita e cruza para Diego Souza que, sozinho na área, erra o tempo de bola e cabeceia por cima do gol mais uma vez.

No minuto seguinte, boa jogada em lance muito parecido, dessa vez com Rojas cruzando e Diego Souza dominando no peito entre dois defensores baianos, ajeita a bola e manda a bomba passando perto do travessão.

A primeira etapa foi de muitas dificuldades para o São Paulo, com pouco domínio de posse de bola e insistindo em cruzamentos por não conseguir furar a defesa adversária. A inversão de Everton Felipe com Rojas não deu certo e o time voltou a crescer um pouco de produção quando eles voltaram às posições originais.

A partida seguiu sem muitas modificações até o final do primeiro tempo e Aguirre precisará corrigir alguns posicionamentos, além de pensar em alguma alteração para dar mais volume de jogo ao time.

#VamosSãoPaulo

Comente com sua conta do Facebook: