Foto: Reprodução / SPFCTV

O ex-goleiro Zetti, um dos maiores ídolos da história do São Paulo, retornou ao clube nesta quinta-feira (8), multicampeão pelo Tricolor, ele será responsável por coordenar o departamento de formação de goleiros nas categorias de base de Cotia.

Apresentado pelo presidente Júlio Casares, Zetti conversou durante pouco mais de 30 minutos com jornalistas e além de explicar sua função, tratou de diversos outros assuntos, entre eles os planos que tem para os futuros goleiros são-paulinos. O novo coordenador revelou que gostaria de ver novamente um goleiro do São Paulo representando o Brasil.

Embora Éderson, hoje titular do Manchester City e reserva de Alisson na Seleção, tenha feito parte da sua formação no Tricolor, ele terminou seus passos rumo ao profissionalismo em Portugal, onde atuou pelo Benfica. Sendo assim, o último goleiro do São Paulo a ser convocado foi Rogério Ceni ainda na Copa de 2006. Segundo Zetti, seu trabalho será levar a tradição dos atletas do Morumbi até a seleção:

O São Paulo tem uma tradição muito grande de goleiros desde Poy, Waldir Peres, Gilmar, Rogério Ceni, eu o próprio Volpi e outros que passaram e que as vezes não tiveram sucesso no São Paulo, mas que foram criados aqui e tiveram sucesso em outro clube. Da pra dar continuidade nessa história talvez mais voltada para a base. O São Paulo tem poucos goleiros que foram criados na base e chegaram à Seleção Brasileira. A ideia é formar esses goleiros para estarem prontos para brigar por posição na Seleção Brasileira“, disse.

Entre as ideias do ídolo também está a intenção de padronizar o trabalho dos goleiros, algo que de acordo com ele era comum quando nos seus tempos de jogador, mas que foi se perdendo conforme o tempo passou:

Vou levar uma metodologia dentro do que eu acho que é bom para o goleiro. Tudo o que eu aprendi com Valdir Joaquim de Moraes e Rojas. Vou conseguir montar essa escola que o Valdir começou em 70. Esses goleiros (de 70) têm uma coisa bacana porque se você pegar Taffarel, Ronaldo, Velloso, esses grandes goleiros, eles têm o mesmo movimento mesmo trabalhando em estados diferentes. A ideia é padronizar uma metodologia“, completou.

Zetti deve iniciar sua nova trajetória ainda nessa semana onde trabalhará com as categorias Sub-20, Sub-17 e Sub-19.

Confira a entrevista completa aqui:

Post anteriorSão Paulo disputa fase final da Champions League Americas no sábado
Próximo PostSão Paulo começa a pagar direito de imagem de 2021 e valores de 2020
Formado em jornalismo pela Faculdade das Américas. Sempre amei escrever e sempre amei o São Paulo Futebol Clube. Essas duas paixões me motivam a produzir conteúdo sobre o meu time do coração. Mas eu também gosto de falar política, história e entretenimento. Porém, já aviso que minhas opiniões não são simples a respeito de nada. O mundo é complexo e eu não sou diferente.