Foto: Reprodução

O atacante Alexandre Pato concedeu entrevista ao programa Central do Globo Esporte. Ele falou bastante sobre a MLS e a sua carreira, mas também abordou suas passagens pelo São Paulo. Além afirmar que assiste a alguns jogos do time, ele explicou que a sua saída se deu após um stress com uma venda que passou por uma negociação feita pelo clube sem o seu consentimento.

De acordo com Pato, o São Paulo havia praticamente vendido os seus direitos para o mundo árabe, sem sua permissão. E isso se somou a outras situações que culminaram com a sua saída do time.

Não era nem a parte de jogar porque eu já estava praticamente vendido. Ninguém sabe, mas eu estava praticamente vendido no ano que estava no São Paulo. Eles fizeram uma negociação que eu não queria. E eu tive um pouco de stress nesse final do ano. Foi com Cuca, com Diniz, e eu estava vendido. Eu não queria sair e não sabia. Eu queria ficar e dar conta do recado, porque eu sabia o que poderia render. Veio a pré-temporada e comecei a fazer muitos gols. E aí comecei a ver umas coisas que não estava gostando. Não queria voltar para o Brasil por stress. Não queria me meter em nada que não fosse de campo. Então rescindi o meu contrato, com Raí. Cheguei nele e disse que queria rescindir o contrato porque havia muitas coisas que não faziam parte do combinado – não só ali, como no passado“, explanou Pato.

Apesar disso, ele disse não guardar mágoas e afirmou ter um carinho pelo clube e pela torcida. E disse estar muito feliz pelo crescimento do clube e pela condução de Rogério Ceni. E não descartou uma possível volta.

Eu tenho um carinho muito grande pelo São Paulo, pelo torcedor, principalmente. Acho que é uma coisa muito real. A minha segunda volta foi muito mais o torcedor, que ajudou muito pela minha volta“, explicou ele, que não descartou, contudo, jogar por rivais.

Confira a entrevista completa abaixo. Ou clique aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorToró recebeu proposta da Bulgária, segundo jornalista
Próximo PostSorteio das oitavas da Sul-Americana 2022 tem data confirmada pela Conmebol
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.