As melhores contratações do São Paulo nos últimos anos

O São Paulo sofreu muito nos últimos anos com contratações que não agregaram em nada, se eu fosse citar nomes esse texto ficaria bem grande. Entretanto, o objetivo dessa coluna é outro, é falar das melhores contratações (na minha opinião) do Tricolor nos últimos anos.

A lista não tem uma ordem, então, veja abaixo quais são esses jogadores para ver se concorda comigo:

Tiago Volpi

Foto: São Paulo FC

Anunciado em dezembro de 2018, o empréstimo do goleiro Tiago Volpi era de apenas um ano, até que na véspera de Natal de 2019 foi anunciada a compra definitiva do atleta que pertencia ao Querétaro, do México.

Não demorou muito até que Volpi conquistasse a confiança da torcida que estava ansiosa esperando por um substituto para Rogério Ceni.

É óbvio que não dá para comparar ambos, mas, com certeza, Tiago Volpi é o melhor goleiro do São Paulo pós-Ceni. Ele é titular absoluto do técnico Fernando Diniz e seu contrato com o Tricolor vai até 2023.

Daniel Alves

Foi no dia 1º de agosto de 2019 que saiu a notícia de que o São Paulo havia contratado o Daniel Alves, um dos melhores laterais-direitos (ou até mesmo o melhor) da atualidade. Declaradamente são-paulino desde criança, ele chegou e foi apresentado para milhares de torcedores no Morumbi.

Em seu jogo de estreia contra o Ceará em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, ele já marcou um gol. No entanto, a indecisão de que posição deveria jogar foi se arrastando até que parece que agora realmente ficou definido que jogará no meio. E vem dando certo.

Em 2020, o camisa 10 do Tricolor é o artilheiro da equipe na temporada com 5 gols e, além disso, também vinha sendo um jogador muito importante para o esquema do time implantado pelo técnico Fernando Diniz. Seu contrato com o São Paulo vai até dezembro de 2022.

Bruno Alves

Foto: Rummens

Na mira de outros clubes do Brasil e no exterior, o zagueiro Bruno Alves tinha rescindido o contrato com o Figueirense, clube em que foi revelado, e veio para o São Paulo em agosto de 2017 e seu contrato ia até dezembro de 2020.

No entanto, esse vínculo foi renovado até 30 de junho de 2023, afinal, Bruno Alves faz parte de um dos setores mais sólidos do São Paulo que é a defesa. Ele é um dos jogadores mais regulares da equipe e que demonstra comprometimento com o time, amor à camisa e bom futebol.

Ele não poderia ficar de fora dessa lista.

Arboleda

Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Vamos esquecer por um momento o extra-campo e focar só no futebol. O equatoriano Arboleda foi contratado para compor a zaga do São Paulo um pouco antes que Bruno Alves, em julho de 2017, com um contrato que ia até 2021.

No entanto, em 2018, o contrato do atleta foi prorrogado até junho de 2022. Ao lado de Bruno Alves ele faz parte da defesa Tricolor que no ano passado foi a menos vazada do Campeonato Brasileiro.

Ele chegou em um momento conturbado do clube e para fazer parte de um dos setores que mais precisavam de reforços na época. O zagueiro conquistou a posição e até hoje é o titular da vaga.

Hernanes

Foto: Rummens

O retorno do Hernanes em 2017, mesmo que por empréstimo, foi uma decisão essencial para o momento caótico vivido pelo clube na época. O São Paulo brigava para ficar longe da zona do rebaixamento e o Profeta chegou para dar conta do recado.

Claro, que muitos outros fatores colaboraram para que o São Paulo fugisse do Z4, mas, com certeza, um dos principais deles foi a participação do Hernanes nos jogos.

Em 2018, ele voltou ao Hebei Fortune, da China, mas em 2019 retornou definitivamente ao São Paulo com um contrato que vai até o final de 2021. Talvez ele não seja mais o Hernanes que foi bicampeão brasileiro com o Tricolor, mas merece imenso respeito por tudo que já fez pelo clube, então também não poderia ficar de fora dessa lista.

Alexandre Pato

Foto: Rummens

Bom, aqui existem alguns pontos a serem considerados. A torcida são-paulina pediu muito o retorno do Alexandre Pato, o que aconteceu em março de 2019 com um contrato que vai até 2022.

Do ano passado pra cá, o atacante chegou a ficar seis meses sem marcar gols, tendo até boas atuações em alguns jogos, só que sem balançar as redes.

Todavia, é possível ver a evolução do atleta, já que em 2019 ele marcou cinco gols em 22 partidas, já em 2020 foram quatro gols em 11 jogos. Por isso, na esperança de que Pato pode vir a ser muito importante para o São Paulo quando retornarem os jogos que ele entra nessa lista.

Juanfran

Foto: Rummens

O experiente lateral-direito espanhol foi contratado no mesmo período que Daniel Alves e, segundo Lugano, foi para realmente barrar a ideia de Dani jogar na lateral. O contrato de Juanfran vai até o final do ano e ainda não houve uma sinalização do clube para renovação.

Só pela experiência e bagagem de Juanfran a contratação dele é uma boa decisão. Todavia, muitos acreditam que ele não se adaptou bem ao futebol do Brasil.

O jogador se mostrou dedicado e motivado a alcançar grandes conquistas com a camisa do São Paulo. Então, eu renovaria com ele para ver o que mais ele pode entregar, visto que esse ano ainda não há uma previsão certa de quando as competições irão retornar e ele teria pouco tempo para mostrar seu futebol.

Rojas e Everton

Decidi colocar esses dois atletas juntos na descrição, pois eles são bons jogadores, mas sofrem com o problema de lesões.

Rojas foi anunciado como a nova contratação do São Paulo em meados de 2018. Ele veio do Talleres, da Argentina, e era pouco conhecido.

Mostrou-se um jogador rápido, habilidoso e que foi importante para a equipe Tricolor na campanha daquele ano. Contudo, em outubro se machucou e precisou passar por uma cirurgia e, em agosto de 2019, sofreu uma nova lesão que prolongou o seu tempo de recuperação.

Agora, quase dois anos sem jogar, Rojas negocia com o São Paulo uma prorrogação de contrato até o final do ano, pois o seu vínculo atual termina no dia 4 de julho.

O equatoriano é visto como uma das melhores opções para ocupar a vaga do Antony, que foi vendido ao Ajax, da Holanda. Entretanto, é preciso esperar para ver como será o seu retorno. Eu tenho expectativas de que ele poderá se dar muito bem no esquema do técnico Fernando Diniz.

Já o Everton, quando veio do Flamengo para o São Paulo em abril de 2018, mostrou-se muito importante para o time, participando dos gols, sendo dando assistência ou até mesmo marcando.

Enfim, o problema é a sequência de lesões. Atualmente, o jogador está disponível para ser utilizado quando retornarem os jogos e também é um dos possíveis candidatos à vaga de Antony.

Eu, particularmente, gosto muito do Everton, visto que ele foi muito importante para o time em 2018, tanto que é conhecido como “motorzinho”, por sua velocidade e por fazer a parte de movimentação do time.

Também acredito que ele pode ser uma boa opção para o São Paulo sim quando está em seu 100%. Seu vínculo com o Tricolor vai até junho de 2021.

E para você? Quais são as melhores contratações do São Paulo nos últimos anos?

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Paulo Pinto / São Paulo FC

Comente com sua conta do Facebook: