Foto: Reprodução / SPFCTV

O São Paulo Futebol Clube apresentou o balanço financeiro do ano de 2021. A dívida registrada foi de 642 milhões de reais, representando um acréscimo de 10,5% com relação à temporada anterior. Já o déficit do exercício foi de 106 milhões de reais, sendo este um valor menor do que no ano anterior – que foi de 129 milhões de reais.

A arrecadação do Tricolor, por sua vez, foi de aproximadamente meio bilhão de reais, quase 100 milhões a mais do que no exercício anterior. Contudo, as despesas também tiveram um salto: passaram de 488 milhões para 560 milhões de reais. O clube investiu 48 milhões em direitos de atletas e pagou 82 milhões em dívidas – entre as quais, valores de Pablo Felipe, Kaká e Tiago Volpi.

Um economista ouvido pelo Globo Esporte, César Grafietti, contestou os valores. Em seu cálculo, a dívida do clube chegaria aos 739 milhões de reais – o que é refutado pelo São Paulo. A diferença se daria pela forma que o clube escolhe para fazer o cálculo, que seria diferente do modelo habitual adotado nas análises do mercado financeiro.

Confira a matéria completa do GE clicando aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorÚltima vitória do São Paulo jogando na Bolívia foi em 2003
Próximo PostOnde assistir Jorge Wilstermann x São Paulo | Sul-Americana 2022
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.