Bauza diz aceitar erros de árbitros, mas se revolta com falta de critérios

(Foto: Rubens Chiri/SPFC)Bauza foi expulso após se revoltar com o cartão vermelho mostrado a Matheus Reis (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

O técnico Edgardo Bauza não poupou críticas ao árbitro Vinícius Furlan após a derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, neste domingo, no estádio Moisés Lucarelli. O treinador, que foi expulso ao se revoltar com o cartão vermelho mostrado ao lateral Matheus Reis, disse que compreende os erros cometidos por juízes em partidas do Brasileirão. Mas julgou inaceitável a falta de critérios mostrada por Furlan em Campinas.

Matheus Reis foi expulso aos sete minutos do primeiro tempo. Ele havia recebido o cartão amarelo de Furlan por um carrinho em Matheus Jesus, mas o árbitro voltou atrás e mostrou o vermelho após sofrer pressão do técnico da Ponte Preta, Eduardo Baptista. Bauza alega que o juiz deveria ter seguido o mesmo critério e expulsado Matheus Jesus por uma cotovelada em Centurión, desferida na sequência do lance.

“Estivemos perto de empatar, mas é muito difícil quando um árbitro não tem critério. Qualquer ser humano pode errar. Mas a falta do Matheus Reis foi para vermelho, enquanto o golpe no rosto de Centurión não foi nada. Tudo fica mais complicado quando os critérios são totalmente diferentes”, afirmou o Patón.

“Foi o quarto árbitro que estava próximo da jogada e disse que seria uma falta grave. Se tinha esse critério para tirá-lo, ele tinha que ter o mesmo para o golpe no rosto”, disse Bauza. “Eu fico irritado quando os juízes não têm o mesmo critério. Espero que algum superior diga ao árbitro que tenha um critério parecido na próxima partida”, acrescentou.

O Patón, por fim, disse não querer acreditar que o técnico Eduardo Baptista influenciou Vinícius Furlan a expulsar Matheus Reis. “Se os árbitros se deixam influenciar por um jogador, técnico, ou torcida, tem que fazer outra coisa. Eles têm um regulamento e precisam aplicá-lo”, declarou.

O São Paulo foi a campo neste domingo com um time reserva. A intenção de Bauza era preservar os titulares para o jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores, contra o Atlético Nacional-COL, no Morumbi. Com a derrota para a Ponte, no entanto, o Tricolor ficou a quatro pontos de distância do G4 do Brasileiro. A equipe está na décima posição, com 18 pontos.







Juiz diz que gravidade de ferimento levou à expulsão de Matheus Reis

Veja o gol da derrota do São Paulo em Campinas

São Paulo irá à CBF para reclamar de falta de critérios da arbitragem


Let’s block ads! (Why?)

Comente com sua conta do Facebook: