O técnico Edgardo Bauza ainda acredita que o São Paulo pode lutar pelo título Brasileiro (Foto: Djalma Vassao/Gazeta Press)O técnico Edgardo Bauza ainda acredita que o São Paulo pode lutar pelo título Brasileiro (Foto: Djalma Vassao/Gazeta Press)

O clima entre os jogadores e a comissão técnica do São Paulo após o empate por 1 a 1 com o Corinthians era de dever cumprido. Assim como os atletas, o técnico Edgardo Bauza valorizou o primeiro ponto conquistado pelo Tricolor na Arena de Itaquera e principalmente o fato da equipe ter superado o desgaste da eliminação na Copa Libertadores da América para enfrentar o Majestoso de igual para igual, já que o time de Parque São Jorge teve toda a semana livre para treinar e descansar.

“A equipe respondeu muito bem e creio que terminamos melhor que o rival. Ficamos com a bola. Não se pode ganhar sempre, mas creio que o resultado foi importante pelo rival, pela importância. Uma pena que não deu para ganhar. Mas isso vai dar muita força ao time, porque os jogadores estavam muito cansados e se entregaram muito para jogar essa partida”, avaliou o treinador argentino.

O goleiro Denis também recebeu elogios de Patón. Sempre muito contestado, o camisa 1 fez duas brilhantes defesas neste domingo e evitou a virada corintiana. “Denis evitou um gol em uma grande cabeçada. Hoje ele pagou pelos erros que já cometeu. Eu vejo o futebol de outra maneira e garanto que ele é nosso goleiro titular”, comemorou, orgulhoso, Bauza.

A arbitragem, porém, voltou a ser o ponto de discórdia do comandante Tricolor. Desta vez, a reclamação foi com o cartão amarelo mostrado para Cueva logo após o peruano comemorar seu gol. O árbitro Péricles Bassols entendeu que o meia provou os torcedores rivais.

“Para mim ele se equivocou. Uma interpretação dele. Vamos reclamar porque foi uma má interpretação. Em nenhum momento o Cueva quis provocar a torcida do Corinthians. Vamos reclamar e ver o que acontece”, avisou Bauza, antes de separar a questão do que aconteceu com o time na última quarta-feira, em Medellín. “Creio que foram dadas faltas demais. Futebol é esporte de contato permanente, mas são só interpretações. Não creio em má intensão”, completou.


Jogadores do São Paulo enaltecem superação e valorizam empate

Confira os gols do empate entre Corinthians e São Paulo

Veja fotos de Corinthians x São Paulo