Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Por Mário Pravato Junior – Redação Arquibancada Tricolor

Hoje a boataria do dia é sobre os nomes que não deverão ficar no elenco Tricolor para 2018.

Segundo José Eduardo Martins do UOL Esporte, são estes os nomes:

Denis:  É o jogador com mais tempo de São Paulo. No clube desde 2009, não conseguiu se firmar como o substituto de Rogério Ceni na última temporada e perdeu espaço neste ano. O salário do arqueiro, na casa dos R$ 200 mil, é considerado alto para um reserva. Tem contrato só até o fim de dezembro, que não será renovado para 2018.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Renan Ribeiro:  Tem contrato até o fim do Campeonato Paulista de 2018. Era o terceiro na disputa por uma vaga no time titular desta temporada e, aos poucos, conseguiu se firmar no time sob o comando de Rogério Ceni. Depois da chegada de Dorival Júnior, em julho, voltou para o banco de reservas. A negociação para renovar o acordo emperrou e o jogador já percebeu que não permanecerá no Morumbi.

Bruno:  No início deste ano, tinha moral e chegou a renovar o vínculo até o fim de 2018. Por conta de atuações abaixo do esperado, passou a ser alvo de críticas e perdeu a confiança. Caso apareça alguma oportunidade, será envolvido em uma negociação.

Buffarini:  Indicado pelo então técnico Edgardo Bauza, foi contratado pelo São Paulo na última temporada. Falhou em algumas partidas e não se firmou no time. Por questão técnica, nem sequer foi relacionado para o jogo contra o Atlético-GO, neste fim de semana. Para complicar, tem o salário considerado alto pela diretoria. O empresário do jogador já sinalizou com a sondagem de alguns clubes e o São Paulo não deve segurá-lo.

Lugano:  Apesar de ser considerado um dos maiores ídolos da história do clube, não tem sido utilizado. Aliás, o uruguaio nunca teve a oportunidade de entrar em campo com Dorival Júnior – a sua última partida foi contra o Flamengo, em julho. Se decidir prosseguir a carreira, o veterano uruguaio, de 37 anos, deve mudar para outro time.

Edimar:  Está emprestado pelo Cruzeiro só até o fim desta temporada. Experiente, o jogador de 31 anos deve continuar no São Paulo se o Cruzeiro envolvê-lo em alguma negociação. Porém, não há intenção de o Tricolor fazer um grande esforço para contratá-lo.

Denilson:  Mais um que foi emprestado só até o fim deste ano. Não agradou ao técnico Dorival Júnior e à diretoria. Por isso, deve voltar Granada, da Espanha, o dono dos seus direitos.

Gilberto:  Apesar de ser o vice-artilheiro do São Paulo nesta temporada, com 12 gols, não vai continuar no clube. Por meio do empresário Sandro Zardo, o jogador já comunicou a diretoria que não quer renovar o vínculo para ter mais oportunidades em outro clube. O Botafogo já demonstrou interesse no atacante, que também recebeu sondagens do exterior.

Marcinho:  Teve um começo empolgante no São Paulo quando o time era treinado por Rogério Ceni, precisando até atuar improvisado de lateral direito em algumas partidas. Aos poucos, caiu de rendimento e perdeu a vaga no time. Deve voltar para o São Bernardo.

Wellington Nem:  Era considerado uma das principais contratações do São Paulo nesta temporada. Porém, não correspondeu à expectativa dentro de campo e sofreu com as lesões. Emprestado pelo Shakhtar Donetsk até o fim deste ano, está em recuperação de cirurgia no joelho direito e só deve ampliar o vínculo se for até o período de ter condições de voltar a jogar.

Fonte: UOL Esporte