Ceni exalta Diego Costa.
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Um dos grandes jogadores do elenco do São Paulo na temporada de 2022 é uma figura um tanto improvável: Diego Costa. O camisa 4, que tem apenas 22 anos, já enfrentou períodos de turbulência – principalmente pelas cobranças da torcida. No entanto, neste ano, o jovem atleta vive uma boa fase e, na coletiva de imprensa após a vitória contra o Manaus, foi bastante elogiado pelo técnico Rogério Ceni.

De acordo com o treinador, Diego Costa é um jogador de muita personalidade e que não tem medo de construir jogadas. Ceni disse lembrar muito dele da época em que Fernando Diniz comandava o São Paulo e elogiou o retorno da confiança de seu jogador.

Diego é um jogador que tem muita personalidade e não tem medo de construir. Lembro de Diego muito na época de Diniz. Ele jogou bastante com Diniz nessa função. Também gosto de zagueiros que tenham possibilidade de carregar e conduzir bolas, armando o jogo. Acho que ele voltou a ter confiança, teve mais oportunidades. O gol foi merecido diante do trabalho dele nos últimos jogos. Tem sido um jogador importante para a gente. Acho que mudou um pouco o conceito do torcedor para com ele; a gente fica feliz. Primeiro, porque é um jogador revelado na base do São Paulo – utilizá-lo dá o devido valor ao futebol que ele tem. Se ele levar a sério e continuar concentrado e focado, há grandes chances de ter muitos minutos mais para ajudar a gente no decorrer dos campeonatos“, dissecou Ceni.

De fato, os números de Diego Costa impressionam bastante neste ano. Confira abaixo as estatísticas dele divulgadas pelo Footstats. Ou clique aqui.

Veja também a coletiva completa no vídeo abaixo. Ou clique aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorSão Paulo contrata quatro jogadores do Ska Brasil para a base
Próximo PostJandrei ainda não foi vazado no Morumbi nesta temporada
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.