Chantageador exige R$ 1 milhão para não expor documentos do São Paulo

O São Paulo sofreu ameaças essa semana quando os conselheiros receberam alguns e-mails que exigem o pagamento de R$ 1 milhão, pois caso contrário o indivíduo, que se identificou como “Edward Lorenz”, divulgaria arquivos confidenciais do clube.






A pessoas que tenta a extorsão ameaça expôr diretoria, conselheiros, atletas e até ex-atletas do São Paulo . Segundo o “Edward Lorenz”, o prazo para pagamento é no próximo domingo, 24 de novembro.

No ano de 2017 aconteceu algo similar, quando uma pessoa identificada com o mesmo pseudônimo enviou mensagens para o clube na tentativa de extorquir dinheiro com a mesma motivação: não divulgar documentos confidenciais. O caso segue em investigação da polícia.

Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, também foi mencionado nos e-mails pelo autor da ação que afirma que vai começar a vazar supostos documentos que comprovem manobras de corrupção do presidente do Tricolor.

O São Paulo não quis se pronunciar sobre o assunto, mas pessoas ligadas ao clube acreditam que essa nova tentativa de extorsão está ligada a uma manobra política. Assim como o caso de 2017, a situação está sendo analisada pela justiça.

Fonte: Marcelo Hazan / Globo Esporte
Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: