Daniel Alves é convocado para as eliminatórias da Copa do Qatar
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A Seleção Brasileira de Futebol Masculino chegou até a final das Olimpíadas de Tóquio e conquistou a medalha de ouro após vencer a Espanha na final por 2×1 com gol de Matheus Cunha após assistência do camisa 10 do São Paulo, Daniel Alves, e de Malcom, após assistência de Antony, ex-jogador do Tricolor.

O Brasil começou pressionado pela Seleção Espanhola que atacava sem levar muitos perigos ao goleiro Santos, até que aos 36 minutos foi marcado pênalti para a Seleção Brasileira e Richarlison foi para a bola, mas isolou.

Apesar de perder a oportunidade o Brasil não se abateu e foi em busca de abrir o placar no estádio de Yokohama, o que aconteceu aos 46 minutos da primeira etapa após cruzamento de Claudinho que estava indo para a linha de fundo, mas Daniel Alves acreditou na jogada e mandou a bola para o meio da área para Matheus Cunha que fez o gol.

Na segunda etapa, a Espanha empatou aos 16 minutos após cruzamento de Carlos Soler que encontrou Oyarzabal que bateu de primeira e deixou tudo igual até o final da etapa regulamentar, o que levou o jogo para a prorrogação.

Na segunda etapa deste período, o Brasil marcou o segundo após contra-ataque em que o jogador formado nas categorias de base do São Paulo, Antony, acionou Malcom no ataque com um belo lançamento e o jogador dominou e foi para cima da marcação, ganhando na velocidade e marcando o gol do título.

É a segunda vez na história que a Seleção Brasileira de Futebol Masculino conquista o ouro olímpico, a primeira vez foi na última edição das Olimpíadas em 2016, no Rio de Janeiro.

Além do Daniel Alves que ainda atua pelo São Paulo, e Antony formado nas categorias de base do Tricolor, o zagueiro Diego Carlos também tem a sua formação do time do Morumbi, os representantes do São Paulo na Seleção Olímpica.

O técnico André Jardine também teve uma grande passagem pelo Tricolor, pois chegou em 2015 no São Paulo para comandar o time sub-20 e conquistou os títulos da Copa Libertadores em 2016, da Copa do Brasil em 2015 e 2016, da Copa RS em 2015 e 2017, do Paulista em 2017 e da Copa Ouro em 2015. Agora, é o técnico medalha de ouro da Seleção Brasileira Olímpica.

Com assistências de Daniel Alves e Antony, Brasil vence a Espanha e é ouro nas Olimpíadas

A trajetória da Seleção Brasileira nas Olimpíadas de Tóquio:

  • Brasil 4 x 2 Alemanha (fase de grupos)
  • Brasil 3 x 1 Arábia Saudita (fase de grupos)
  • Brasil 0 x 0 Costa do Marfim (fase de grupos)
  • Brasil 1×0 Egito (quartas de final)
  • Brasil 0x0 México – 4×1 nos pênaltis (semifinal)
  • Brasil 2×1 Espanha (final)

Quando o Daniel Alves retorna ao São Paulo?

Está programado para que a delegação da Seleção retorne ao Brasil no domingo (8), depois das 12h no Japão, quando ainda será madrugada no Brasil. A expectativa é que a chegada aconteça às 4h50, após realizada uma parada em Frankfurt, na Alemanha.

Com isso, o Daniel Alves do São Paulo terá cerca de 40 horas para se recuperar para o confronto contra o Palmeiras que acontece na terça-feira (10), às 21h30, no estádio do Morumbi, pelo primeiro jogo das quartas de final da Libertadores 2021.

A condição física e mental do atleta deverá ser avaliada pelo departamento médico do clube, visto que ele estava adaptado a outro fuso horário. Caso Daniel Alves não vá para a partida, as opções para o técnico Hernán Crespo na lateral-direita são Orejuela e Igor Vinícius.

O segundo confronto decisivo entre São Paulo e Palmeiras acontece na semana seguinte, dia 17, às 21h30, no Allianz Parque.