Michel Bastos afirmou estar pronto para liderar o meio-campo no lugar de Ganso (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)Michel Bastos afirmou estar pronto para liderar o meio-campo no lugar de Ganso (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Com a saída de Paulo Henrique Ganso admitida pela diretoria do São Paulo, o técnico Edgardo Bauza terá que encontrar soluções dentro do elenco para substituir o meia, enquanto o clube trabalha para trazer reforços. Uma delas pode ser Michel Bastos, que já se colocou à disposição para fazer o papel do principal armador da equipe.

“Minha função sempre foi tentar produzir para os atacantes, proporcionar oportunidades para mim chegar até a área e fazer o gol. Com a saída do Ganso, que é um 10 nato, essa liderança, essa responsabilidade, independente do jogador que tiver no campo, vou procurar sempre exercer da melhor maneira possível”, garantiu o camisa 7, após desembarcar no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na última quinta-feira.

Na bagagem, o Tricolor não conseguiu trazer a tão sonhada vaga na decisão da Copa Libertadores da América. Com a derrota para o Atlético Nacional-COL, de virada, por 2 a 1, o time brasileiro não conseguiu reverter a desvantagem de 2 a 0 sofrida no Morumbi, na semana passada.

Na partida de volta, os lesionados Ganso e Kelvin foram desfalques novamente e coube a Centurión e Wesley substituí-los. Mas foi Michel Bastos quem mais preocupou a defesa colombiana ao colaborar com a assistência para o gol de Jonathan Calleri, aos oito minutos de jogo. O desempenho, no entanto, não foi suficiente para levar o Tricolor à sua sétima final de Libertadores.

“Em algumas partidas a gente acaba não conseguindo, é normal, mas eu trabalho muito para que eu possa ser a referência e ser aquele jogador decisivo com um passe ou um gol”, analisou.

A iminente saída de Ganso não é a única baixa no elenco são-paulino. Isso porque Calleri, que tem contrato até o fim de julho, se despediu após a derrota diante do Atlético Nacional. O atacante se apresentará à seleção argentina nos próximos dias para iniciar a preparação aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, quando deverá selar seu destino a algum clube europeu.

Sobre isso, Michel Bastos lamenta, mas confia na capacidade de Alan Kardec para substituir o argentino à altura. Após encerrar um jejum de três meses, o centroavante marcou três gols nos últimos quatro jogos – um contra o Fluminense e outros dois diante do América-MG.

“Pesa porque é um grande jogador, sabíamos que a saída dele já era dada com certa. Só que graças a Deus temos um jogador que vem tendo oportunidades e vem marcando gols que é o Kardec. Então vamos confiar nesse jogador porque com certeza ele vai suprir a ausência de Calleri”, afirmou.

Eliminado da Libertadores, o São Paulo agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, em que aparece na oitava posição, com 21 pontos. O próximo compromisso é o clássico deste domingo, às 16 horas (de Brasília), contra o Corinthians, em Itaquera, pela 15ª rodada.

“É um clássico, a mobilização tem que vir naturalmente. Depois de uma derrota, onde você sai de uma competição importante é sempre difícil. Temos que levantar a cabela porque fizemos uma ótima competição, chegamos onde muita gente não acreditava e sempre lutando. Saímos do jogo ontem mostrando que queríamos do inicio ao fim, mas já estamos focados no clássico e vamos chegar com bastante confiança e determinados para conseguir a vitória”, concluiu Michel Bastos, autor de cinco gols e seis assistências na temporada.


Tricolor fala em pegada de Libertadores para quebrar tabu em Itaquera

Elenco tricolor desembarca no Brasil de olho no clássico

Bar temático recebe tricolores para acompanhar o jogo


This entry passed through the Full-Text RSS service – if this is your content and you’re reading it on someone else’s site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.
Recommended article from FiveFilters.org: Most Labour MPs in the UK Are Revolting.