Conheça o Jorge Wilstermann
Foto: Reprodução / Instagram do Jorge Wilstermann

Pela terceira rodada do grupo D da Copa Sul-Americana, o São Paulo irá à Bolívia enfrentar a equipe do Jorge Wilstermann. Com duas vitórias em dois jogos, o Tricolor é o líder da chave e busca consolidar sua condição com mais uma vitória fora de casa. Será a quarta partida consecutiva do time longe do Morumbi e muito provavelmente o técnico Rogério Ceni escalará um time considerado alternativo para esse embate.

Conhecendo o adversário: quem é o Jorge Wilstermann

A equipe boliviana do Jorge Wilstermann tem esse nome por homenagear o primeiro aviador do país, morto em um acidente aéreo no ano de 1936. Até por isso, é conhecido popularmente como “time aviador“. Ele também dá nome ao aeroporto de Cochabamba, cidade sede do time. O clube teve a honra de participar do primeiro jogo da história da Libertadores, contra o Peñarol, quando ainda se chamava Copa dos Campeões da América, em 1959.

Em seu país, o Jorge Wilstermann é o terceiro time com mais títulos nacionais, somando 15 campeonatos bolivianos e 4 títulos da Copa Simon Bolívar. A tradição externa é diminuta, uma vez que a equipe jamais conseguiu bons desempenhos nos torneios sul-americanos que disputou ao longo da história.

Caminho para chegar ao grupo do São Paulo

O time passou um grande sufoco para chegar ao grupo do São Paulo. Após aplicar uma goleada por 4×0 na primeira fase do mata-mata da Copa Sul-Americana, a equipe acabou sofrendo um revés de 3×0 na volta para o Club Deportivo Guabirá, que também é boliviano, da cidade de Montero.

Jogos no grupo D

O Jorge Wilstermann é o lanterna do grupo D, somando apenas 1 ponto. Na estreia, o time empatou com o Everton-CHI fora de casa, por 1×1. Mas no segundo jogo, em Cochabamba, os “Rojos” perderam por 2×0 para o Ayacucho, com um a menos em campo.

Mais >>> Confira aqui a classificação atualizada da Copa Sul-Americana

Retrospecto do ano

Este será o 16º jogo da equipe no ano. Até o momento, um retrospecto nada favorável. Em 15 jogos, foram 6 derrotas, 5 empates e apenas 4 vitórias. Apesar de ser um time historicamente forte em seus domínios, nesta temporada o Jorge Wilstermann está completamente fora da curva: foram 6 jogos em casa, com 2 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.

O time é o 5º colocado do Torneio Apertura do Boliviano, com 3 vitórias, 4 empates e 4 derrotas nos 11 jogos disputados. Nos últimos 4 jogos, o Jorge Wilstermann empatou 3 e perdeu 1, levando 8 gols e marcando 6.

Altitude: a principal arma

O mando de campo do Jorge Wilstermann é na cidade de Cochabamba, a 2560m de altitude. Esse é o principal fator de desequilíbrio que o time assegura para tentar surpreender os adversários – apesar de que, nesta temporada, a estratégia não está funcionando bem, haja vista ter vencido apenas 2 jogos como mandante.

Há chances de o time mandar jogos em La Paz, onde a altitude é de 3600m do nível do mar.

Ligação com o Tricolor

São Paulo e Jorge Wilstermann se enfrentaram na lendária Copa Libertadores de 1974. O Tricolor venceu por 5×0, no estádio do Morumbi, com 3 gols de Pedro Rocha. Além disso, o time de Cochabamba já teve como jogadores Alex Silva, o “Pirulito” e Thomaz, formado nas categorias de base do Tricolor e recontratado em 2017.

Destaque do time: olho nele

O destaque do time é um velho conhecido do São Paulo: Andrés Chávez. O atacante argentino, atualmente com 31 anos, já marcou 6 gols e deu 1 assistência em 24 jogos disputados. Nos últimos 5 jogos que disputou, o centroavante anotou 4 gols.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorSão Paulo 0 x 0 Ituano | Campeonato Paulista
Próximo PostConfira a estratégia do São Paulo para “driblar” a altitude de Cochabamba
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.