Copo cheio e copo vazio – São Paulo 1×1 Grêmio

Alguns pontos sobre o que deu certo e o que deu errado no time do São Paulo que empatou com o Grêmio esta noite no Morumbi:

Copo cheio – O que deu certo?

  • Escalação de Jardine: apostou em Helinho para dar velocidade na ponta ao invés de colocar volantes na equipe.
  • Jardine deu outra chance a Nenê, para realmente mostrar se pode ser útil (hoje, não foi).
  • Promovida a estreia de Anthony, mais um da base que tem bom potencial para agitar mais o nosso ataque.
  • Jardine não teve receio em sacar o inoperante Nenê, que foi apagadíssimo no jogo.
  • O time no geral, até se mostrou mais organizado taticamente em campo.

Copo vazio – O que deu errado?

  • Nossos laterais foram muito mal mais uma vez, tanto no apoio ao ataque (inexistente) e principalmente na defesa (o gol do Grêmio teve participação de Reinaldo e Bruno Peres.
  • Por mais que o Grêmio seja mais time, não conseguimos nos impor contra um time que veio sem alguns destaques e que ainda perdeu dois jogadores: o principal meia e o zagueiro que deu lugar a um volante improvisado.
  • Time continua não chutando, não criando e não jogando.
  • Nenê foi inoperante, apagado demais e não foi nem sombra do jogador que atuou no primeiro turno.
  • Jardine olha para o banco e não tem peças para tentar mudar o jogo (assim como Aguirre não tinha).
  • Em mais um confronto com um adversário direto, falhamos. Não há imposição por parte do São Paulo para propor ataques.
  • Tréllez recebeu poucas bolas, mas também apareceu pouco e não foi boa opção para o time.

Concorda? Discorda? Esqueci algum ponto? Comente abaixo!






Comente com sua conta do Facebook:
Você já conhece a Loja do Arquibancada? Modelos exclusivos para você mostrar o seu amor pelo Tricolor!

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor