O peruano Christian Cueva arriscou chutes e cruzamentos em sua estreia no São Paulo (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)O peruano Christian Cueva arriscou chutes e cruzamentos em sua estreia no São Paulo (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Se os são-paulinos viram Paulo Henrique Ganso sair lesionado após a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, na última quarta-feira, no Morumbi, puderam acompanhar ao menos a boa estreia de Christian Cueva com a camisa tricolor. O veloz peruano mostrou intensidade e ainda cobrou o escanteio que originou o primeiro gol do São Paulo diante da equipe carioca.

De acordo com números do Footstats, Cueva finalizou três vezes e arriscou três cruzamentos, sendo que um deles resultou no gol de João Schmidt. O jogador de 1,69m também acertou 36 de 42 passes e aplicou um drible em seus adversários. No entanto, perdeu a bola em oito oportunidade e levou um cartão amarelo em sua única falta cometida. “Deixei coração e mente no jogo. O importante é que consegui vencer com meus companheiros”, declarou o atleta de 24 anos.

“Estou muito contente com a minha estreia, porque estava com gana de jogar e ganhar. Estou feliz com a minha primeira partida, comecei bem o jogo e tentei algumas jogadas, mas com o tempo vou evoluir ainda mais”, garantiu o peruano.

“Foi lindo estrear com essa camisa no Morumbi. Vou levar para sempre comigo. Que as coisas sigam boas como essa vitória de hoje”, acrescentou na zona mista após o triunfo diante do clube das Laranjeiras.

Com o resultado, o Tricolor chegou aos 18 pontos e pulou do décimo para o sétimo lugar do Brasileirão. O próximo compromisso será a Ponte Preta, neste domingo, ás 16 horas (de Brasília), em Campinas.

“Vou adquirir mais ritmo de jogo e buscar o entrosamento ideal com os meus novos companheiros para ajudar o São Paulo. Agora, já temos que pensar n a próxima partida, porque precisamos de um mais um resultado positivo para confirmar a reação da equipe”, completou Cueva, que foi elogiado pelo técnico Edgardo Bauza durante a coletiva de imprensa.

“Creio que, em linhas gerais, foi uma boa estreia do Cueva. Pelo pouco tempo de trabalho desde a sua chegada, ele fez um grande trabalho com a equipe. O Cueva é muito técnico e pode jogar em diferentes funções táticas. Então, estou feliz com a primeira partida dele”, avaliou o Patón.

O camisa 13 deverá ser novamente titular no duelo com a Macaca, já que o treinador argentino poupará todos os jogadores considerados titulares, pensando no primeiro confronto com o Atlético Nacional-COL, na próxima quarta-feira, no Morumbi, pelas semifinais da Copa Libertadores da América.


Conmebol anuncia que seguirá novas regras nas semis da Libertadores

Após operar joelho, Lucas Fernandes inicia tratamento no Reffis

Ganso sofre estiramento muscular e está de fora da semi da Libertadores