Semifinalista da Libertadores da América de 2016, o Tricolor fará neste domingo (3), às 16h (de Brasília), a última escala antes de retomar a disputa pelo tetracampeonato sul-americano. Diante da Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, o São Paulo terá a missão de conquistar um resultado positivo pelo Campeonato Brasileiro com uma formação alternativa, já que o duelo da próxima quarta-feira (6) contra o Atlético Nacional-COL é aguardado com ansiedade por todos no clube.

No sábado (2), no Centro de Treinamento da Barra Funda, o técnico Edgardo Bauza comandou um trabalho tático e definiu a escalação da equipe que enfrentará os campineiros. Com o intuito de evitar o desgaste dos atletas de olho na partida com os colombianos, Patón poupou os jogadores que têm atuado com regularidade e montou o time com Denis; Mateus Caramelo, Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Artur, Wesley e Cueva; Centurión, Luiz Araújo e Alan Kardec.

“Jogar domingo para jogar três dias depois Libertadores é complicado. Sabemos que o jogo contra a Ponte vai ser muito difícil, muito complicado. Temos que tentar mostrar porque também estamos no São Paulo. Mas a vontade de todos aumentou. Agora que estamos nas semifinais, é difícil, mas estamos perto da glória. Vamos com toda nossa força porque é o mais lindo que o jogador pode ter”, avaliou o zagueiro Lugano.

Com 18 pontos, o Tricolor ocupa a oitava colocação. Pela frente, o São Paulo terá um adversário que está no 11º lugar, com 17 pontos. O embate com os pontepretanos também marcará o retorno do versátil Wesley, que está recuperado de lesão muscular.

“Estou feliz de poder voltar com esta rotina normal de treinos e ter o dia a dia com os meus companheiros, porque é complicado ficar no Departamento Médico. Felizmente me recuperei bem da lesão, e agora faço um trabalho preventivo. O que mais gosto é jogar futebol, então se tiver uma oportunidade neste final de semana vou dar o máximo para ajudar o time”, afirmou o jogador, que também está de olho em uma chance com os colombianos.

“Futebol é feito de oportunidades, e a gente vive isso diariamente. Se o Bauza optar por mim, caso eu esteja bem após o jogo com a Ponte Preta, ficarei feliz e motivado para ajudar a equipe. Temos que colocar em prática tudo aquilo que foi realizado nos treinamentos e buscar um resultado positivo em Campinas antes de encarar a decisão”, finalizou.

PONTE PRETA x SÃO PAULO

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 03/07/2016 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Fabrício Porfírio de Moura (ambos de SP)

PONTE PRETA: João Carlos; Jeferson, Fábio Ferreira, Douglas Grolli e Reinaldo; João Vitor, Renê Júnior e Matheus Jesus; Clayson, William Pottker e Felipe Azevedo. Técnico: Eduardo Baptista.

SÃO PAULO: Denis; Mateus Caramelo, Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Artur, Wesley e Cueva; Centurión, Luiz Araújo e Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza.

Let’s block ads! (Why?)