Entenda saída de Marquinhos do São Paulo
Foto: Reprodução / Instagram de Marquinhos

Para evitar uma saída de graça no meio do ano, o São Paulo resolveu negociar os direitos econômicos de seu jovem atacante Marquinhos com o Arsenal, da Inglaterra. A transação se deu porque o contrato do jogador, assinado quando ele ainda tinha 16 anos, seria considerado irregular pela FIFA a partir da metade da temporada e, com isso, ele poderia assinar com outro clube graciosamente, caso acionasse a entidade máxima do futebol.

De acordo com uma reportagem do Globo Esporte, a saída do centroavante se deu em razão de clube e jogador não chegarem a um denominador comum com relação ao valor de sua multa rescisória. Consoante a publicação, o Tricolor aceitou a maioria das exigências do estafe de Marquinhos, mas entrou em divergência com relação à cláusula; para os agentes, deveria ser em torno de 10 milhões de euros; para o clube, 60 milhões de euros.

A reportagem indica que as tratativas estavam se arrastando desde setembro de 2021 – mas o coordenador de futebol, Muricy Ramalho, apontou que eles negociavam desde a subida do atleta, com Hernán Crespo.

Confira a apuração completa clicando aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorArrecadação em bilheterias do São Paulo no Brasileirão supera bônus das 8ªs da Copa do Brasil
Próximo PostArtilheiro da Universidad Católica elogia São Paulo e exalta tempo de preparação até o confronto
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.