Ex-jogador Cafu é investigado por ter recebido dinheiro do PCC em venda de terreno

O ex-jogador Cafu é investigado pela Polícia Civil de São Paulo por um suposto repasse de dinheiro do PCC (Primeiro Comando da Capital) à sua conta bancária. As informações são da Veja, nesta quarta-feira (7).

Segundo o veículo, as movimentações foram identificadas a partir de uma perícia feita no celular de Décio Português, braço direito de Marcola, preso nos último dia 14 de agosto.

O dinheiro seria para o pagamento de um terreno em Barueri comprado pela organização criminosa junto ao ex-jogador, mas os documentos encontrados pela Polícia não especificam o valor do negócio.

Procurado pela Veja, Cafu negou a veracidade das informações e argumentou que não tem terreno em Alphaville, bairro nobre das cidades de Barueri e Santana de Parnaíba, no estado de São Paulo.

Foto: Reprodução / Twitter do São Paulo






Comente com sua conta do Facebook: