Fluminense não consegue anular jogo contra o São Paulo no Brasileirão Feminino Sub-18

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) barrou as tentativas do Fluminense de anular a partida contra o São Paulo, válida pela segunda fase do Brasileirão Feminino Sub-18, em agosto.

Liderado pelo presidente Mário Bittencourt, famoso pelo caso envolvendo a Portuguesa em 2013, o clube carioca argumentou que o árbitro do encontro autorizou que o jogo parasse quatro vezes para a realização de trocas no time paulista — a regra só permite três.

O Fluminense se escorou nos arquivos da transmissão ao vivo, organizada pela CBF, e na súmula assinada de maneira incorreta por Daniel Bernardes Serrano, apitador do duelo. Ele será investigado pelo STJD por uma possível fraude no documento.

Aquela partida terminou com o placar de 3 a 1 para o Tricolor Paulista, e, mais tarde, os cariocas seriam eliminados da competição. Por acreditar que o ocorrido não mudaria as classificações dos times, o Tribunal decidiu por não prosseguir com a denúncia e, consequentemente, não anular o jogo.

Já classificado às semifinais, o São Paulo enfrenta o Santos nos dias 5 e 26 deste mês. O vencedor pega Internacional ou Iranduba na decisão do torneio.

Foto: Reprodução / Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fonte: Globoesporte.com






Comente com sua conta do Facebook: