Um dos destaques no confronto com a Chapecoense (2 x 2) no último final de semana, no Morumbi, o peruano Cueva não abre mão da reação tricolor nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro. Os gols diante dos catarinenses e o apoio da torcida motivam o camisa 13, que quer ver o São Paulo na parte de cima da tabela na disputa pelo G-4.

“Nós (jogadores) já conversamos sobre isso, sem dúvida, está claro que estamos mais distantes. Mas vamos lutar até a última rodada, não sabemos o que vai passar com os rivais. Como um clube grande, não podemos ficar sem pensar em título, em Libertadores. Somos uma equipe grande. Se alargou a distância em pontos, mas somos os únicos que podemos dar a volta por cima. Temos material humano para se recuperar na tabela”, avaliou o meia-atacante, que completou.

“Temos que pensar que o torneio não acaba até a última rodada. Vamos trabalhar muito. Sem dúvida a Libertadores foi um golpe, um time grande como São Paulo sempre se machuca com uma eliminação nas semifinais, mas nós temos que mudar, seguir adiante, jogar e ganhar todos os pontos. A torcida nos apoiou muito no último jogo, e temos que retribuir isso. Trabalho com a confiança da torcida. Não foi tudo perfeito porque não o time ganhou, mas isso tem me dado muita alegria para seguir dando o melhor”, afirmou.

Na quinta-feira (4), novamente no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o São Paulo receberá o Atlético-MG pela 18ª rodada da competição nacional. Vale lembrar que o clube definiu preços promocionais: as arquibancadas custarão R$20 (Amarela e Laranja) e R$30 (Azul e Vermelha). As cadeiras Amarela, Laranja, Laranja Premium e Térrea saem a R$40; Cadeiras Especiais Superiores R$100; Setor Eterno Capitão R$120. Sócios do clube pagam R$30 no Espaço do Sócio e proprietários de cativa compram ingresso a R$40.

“O Atlético-MG tem uma que está subindo, mas temos a obrigação de vencer porque jogaremos em casa. Com a nossa torcida, sempre será uma obrigação para um time grande vencer todas as partidas como mandante. Vai ser complicado, creio que é muito mais complicado porque é contra uma grande equipe”, finalizou o peruano.

Let’s block ads! (Why?)