Foto: Erico Leonan / São Paulo FC

O time Sub-20 do São Paulo é comandado desde a temporada passada pelo ex-jogador Alex, que tem contrato com o Tricolor de dois anos e já avisou o clube que este é o seu último ano à frente da equipe de base, pois tem a intenção se assumir uma equipe principal.

“Já falei com o São Paulo. Vou cumprir meu ano do meu contrato que é o acordo que eu fiz com o São Paulo e aí vou pro mercado, se alguém me der oportunidade, começo em uma equipe principal. Mas como Sub-20, esse vai ser meu último ano”, afirmou em entrevista publicada no canal de Alê Oliveira.

Nesta terça-feira (31), o diretor de futebol do Tricolor Paulista, Carlos Belmonte, participou da live dos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi e foi questionado sobre o assunto.

“O contrato com o Alex é de dois anos e nós acompanharíamos todo o trabalho dele e estamos absolutamente satisfeitos, é espetacular. Ele será um grande treinador de equipes profissionais no futuro, além de ser uma pessoa extraordinária. E, se ao final deste dois anos estivéssemos sem treinador, a ideia era preparar alguém para o cargo. Caso, é o que a gente espera porque o trabalho vem sendo muito bem feito, é continuar com o Rogério no ano que vem, é a nossa expectativa. Por isso, o Alex nos avisou que vai procurar uma carreira solo”.

Também disse: “O Alex aprendeu com o São Paulo e também nos ajudou muito com a experiência que tem, ele fica conosco até o final da temporada, no começo da Copa do Mundo, mas nossa satisfação com ele na base é de 100%”.

Belmonte recebeu a pergunta de um participante da live se existe um plano B após a saída de Alex e explicou:

“Não temos nenhum nome definido, mas nós temos uma relação espetacular, por exemplo, com o Kaká, que tem feito cursos de treinador, de gestão, e nós temos sempre conversado com o Kaká. Isso não quer dizer que ele será o nosso treinador na saída do Alex, mas queremos um nome assim, alguém que tenha ligação com esporte, que tenha o perfil que o Alex tem, que o Kaká tem, que jogadores desse nível tenham, então, o Kaká, se eventualmente se decidir à frente que quer iniciar a carreira de treinador, ele será um nome que, sem dúvida nenhuma, será cogitado”.

E continuou: “Com o Kaká é sempre a mesma coisa, costumamos dizer que no São Paulo ele sempre vai ser o que quiser dentro do nosso planejamento porque é sem dúvida um atleta especial e uma figura humana também muito especial. Então, vamos esperar. O próprio Kaká não havia decidido se gostaria de ser treinador ou gestor, mas se quiser ser treinador e começar pela base, as portas no ano que vem estariam abertas ao Kaká, passando por negociações e conversas e outros pontos”.

Recentemente, o ex-jogador que foi formado nas categorias de base do São Paulo e eleito melhor jogador do Mundo em 2007 quando atuava no Milan, publicou uma foto em suas redes sociais com a licença A de treinador após curso concluído na CBF. Veja abaixo ou clicando aqui:

Assista a entrevista completa com o Carlos Belmonte abaixo ou clicando aqui:

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorSão Paulo é o 2º melhor mandante do Brasileirão 2022
Próximo PostQuais os possíveis adversários do São Paulo nas oitavas da Copa do Brasil 2022
Vanessa Dias, 25 anos e sou de Araras, interior de São Paulo. Formada em Relações Públicas, especialista em Mídias Digitais e apaixonada por futebol desde que me conheço por gente. Sou parte do time desde o começo de 2018, onde trabalhamos todos os dias para que a torcida esteja sempre em conexão com o clube do coração.