Foto: Reprodução / Arena SBT

Kaká, um dos jogadores mais queridos do São Paulo nesse século, falou sobre a expectativa para a final do Campeonato Paulista entre o Tricolor e o Palmeiras. Além da animação para a decisão, o melhor jogador do mundo em 2007 revelou o que para ele é o principal diferencial são-paulino nesse início de temporada. Confira abaixo.

Quando o São Paulo foi campeão do Paulistão pela última vez, Kaká já atuava pelo Milan há duas temporadas e ele só retornou ao Morumbi em 2014, dois anos após a conquista da Copa Sul-Americana, a única do clube nos últimos 9 anos. Com a camisa são-paulina, o pentacampeão do mundo em 2002 com a seleção brasileira só tem a taça do torneio Rio-SP de 2001.

Em entrevista ao programa Arena SBT, o ex-jogador revelou o desejo de ver seu filho, que torce pelo Tricolor, comemorar um título com o clube:

Espero que tenha chegado a hora de nós são-paulinos comemorarmos um título. Eu falo principalmente para essa nova geração. Eu tenho um filho de 12 anos que ainda não teve a alegria de ver tantas conquistas que eu tive, de ver o São Paulo campeão da Libertadores, do Mundo. Eu gostaria muito que ele tivesse esse privilégio e pudesse ver o São Paulo campeão, começando pelo Campeonato Paulista“, disse.

Hoje, o ex-atleta comparece ao clube como parte de um estágio para se tornar dirigente no futuro. Acompanhando de perto o dia a dia do time, ele comentou o que na sua opinião estava fazendo com que a campanha da equipe seja tão boa em 2021: o treinador Hernán Crespo, que foi seu parceiro de time na Itália:

No caso do São Paulo acho que o grande diferencial é o treinador. Claro que vieram peças importantes como o Miranda, o Benítez, o Daniel Alves se acertando na lateral, enfim. Mas de um modo geral, é tudo parte da liderança de um treinador que organiza todas essas peças no quebra-cabeça“, comentou.

Você pode acompanhar a participação de Kaká no programa no link abaixo ou clicando aqui.

Post anteriorDicas de apostas para São Paulo x Racing #ATips
Próximo PostShamell pode ficar de fora das finais do NBB, diz jornalista
Formado em jornalismo pela Faculdade das Américas. Sempre amei escrever e sempre amei o São Paulo Futebol Clube. Essas duas paixões me motivam a produzir conteúdo sobre o meu time do coração. Mas eu também gosto de falar política, história e entretenimento. Porém, já aviso que minhas opiniões não são simples a respeito de nada. O mundo é complexo e eu não sou diferente.