Foto: Reprodução / Premiere

O empate entre São paulo x Palmeiras eliminou a pequena chance que o Tricolor tinha de ser campeão brasileiro.

A partida morna no Estádio do Morumbi só ganhou alguma emoção quando o árbitro Leandro Vuaden, depois de consulta ao VAR, marcou um pênalti por considerar que o atleta, Mayke, do Palmeiras, fez um movimento anti-natural e desviou a trajetória do cruzamento de Toró com a mão.

Para a surpesa dos são-paulinos, Reinaldo, batedor oficial do Tricolor, deixou que Luciano fosse para a cobrança. Em grande fase, o camisa 11 converteu a batida e fez seu 17º gol no Brasileirão e agora é artilheiro do campeonato junto com Thiago Galhardo (Internacional) e Claudinho (Bragantino).

Após o gol, o Palmeiras acordou, foi pra cima e depois de Rony ter um chute desviado na zaga, o alviderde empatou e deu um banho de água fria em qualquer torcedor mais esperançoso.

Apesar do número expressivo, Luciano não estava feliz ao fim do jogo e deixou clara a sua frustração em entrevista ao Canal Premiere:

“Mais um gol, feliz por ele, mas triste pelo resultado. É difícil explicar para o torcedor o que aconteceu. É inadmissível a gente estar, até um tempo atrás, com sete pontos de vantagem e não ter mais chances de título. É pedir desculpas, e agora tentar buscar a vaga direta para a Libertadores”, disse o atacante.

O São Paulo volta à campo na segunda-feira (1) para enfrentar o Botafogo, às 20h, no Rio de Janeiro.