Marquinhos: Realizei não só o meu sonho, mas o da família e amigos
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Atacante estreou na partida contra o Bahia no Morumbi e comentou a emoção de entrar no campo com a camisa Tricolor

Marquinhos estreou neste sábado no profissional do São Paulo. O jogador que veio da base de Cotia foi chamado pelo treinador Hernán Crespo aos 33 minutos do segundo tempo e substituiu Vitor Bueno na partida. Até então o jogo estava 0x0 e o garoto conseguiu ajudar a equipe a vencer.

Momento bom, que eu tanto esperava, que era estrear com a camisa desse clube enorme, que é o São Paulo. Um clube em que estou desde os 8 anos, estava esperando muito por esse momento. Deus abençoou, consegui estrear com vitória aqui no Morumbi. Fico sem palavras mesmo, só agradecer a Deus e ao Hernán Crespo pela oportunidade”, disse o jogador made in Cotia para a SPFCtv.

Marquinhos participou diretamente do gol Tricolor. Ele recebeu passe de Gabriel Sara e finalizou forte para a defesa de Matheus Teixeira. A bola sobrou com o Tricolor e chegou a Reinaldo que assistiu Liziero para o gol da segunda vitória da equipe no Brasileirão.

Marquinhos: Realizei não só o meu sonho, mas o da família e amigos
Foto: Reprodução / Instagram @_marquinhos011

O garoto ganhou a chance de participar do jogo com Hernán Crespo e o argentino foi lembrado pelo garoto na entrevista para o canal do Tricolor: ““Ele [Hernán Crespo] falou para mim para eu fazer o que eu venho fazendo nos treinamentos, o que eu vinha fazendo no sub-20, fazer bastante facão, bastante infiltração. Até no lance do gol mesmo, foi uma infiltração, o Sara me achou, finalizei, o goleiro deu rebote, toquei pro Rei, o Rei cruzou e gol do Liza”.

O camisa 38 se divide entre os jogos do Sub-20 e a participação na equipe de cima. Para ele o desafio duplo não é problema já que tratasse de um sonho:Moro há cinco minutos daqui, tenho certeza que minha família está muito feliz. Realizei não só o meu sonho, mas o da família e dos meus amigos. Tenho certeza que meu pai vai estar muito orgulhoso de mim, não só ele como minha família. É gratificante. Estou muito feliz por tudo”, concluiu.

Post anteriorTricolor se reapresenta pensando no duelo contra o Racing
Próximo PostHernán Crespo comemora o título da Seleção Argentina na Copa América
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.