Mineirão tricolor!

Com uma atuação tranquila – mesmo fragilizado por uma série de desfalques -, o Tricolor venceu o Cruzeiro por 1 a 0 na noite deste domingo (5) e deu um salto na tabela do Campeonato Brasileiro: do décimo para o sexto lugar. O gol que garantiu o resultado positivo ao São Paulo, no Mineirão, foi marcado pelo atacante Ytalo, que teve a sua primeira oportunidade como titular e deu conta do recado. O centroavante ocupou a vaga do Maestro Paulo Henrique Ganso em grande estilo e soube aproveitar a chance dada pelo técnico Edgardo Bauza.

Com o triunfo diante dos mandantes – o segundo dos paulistas como visitantes na edição deste ano da competição nacional -, o Tricolor somou o seu décimo ponto em seis rodadas e se aproximou dos líderes. Após dois confrontos seguidos fora de casa, o São Paulo terá duas partidas seguidas no Morumbi: no próximo sábado (11), às 21h (de Brasília). Depois, receberá o Vitória, no dia 15, pela oitava rodada. Vale lembrar que até o embate com os paranaenses, o time são-paulino terá a semana para trabalhar no CT da Barra Funda e recuperar fisicamente os atletas.

Para encarar os cruzeirenses, Patón não pôde contar com Breno e Wellington (cirurgia no joelho), Carlinhos (lesão na coxa esquerda), Wilder (estiramento na coxa esquerda), Caramelo (trauma na coxa direita), Michel Bastos (estiramento na coxa direita), Hudson (estiramento na coxa esquerda), Wesley (estiramento na coxa direita), Calleri (assuntos pessoais) e Lyanco (amigdalite), além de Rodrigo Caio, Ganso e Mena (Copa América).

Dessa forma, com uma série de desfalques, o treinador argentino escalou o time com Denis; Bruno, Maicon, Lugano e Matheus Reis; Thiago Mendes, João Schmidt e Ytalo; Centurión, Kelvin e Alan Kardec. Já o adversário começou a partida com Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo, Bruno Viana e Bryan; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Elber e De Arrascaeta; Willian.

Quando a bola rolou, mesmo atuando longe de seus domínios, o Tricolor partiu para cima dos anfitriões e logo assustou aos quatro minutos: após cobrança de lateral de Bruno, Kelvin desceu pela direita e cruzou para Alan Kardec, que desviou à direita do gol de Fábio. O jogo começou bem movimentado, os donos da casa também levaram perigo, mas o São Paulo era superior e buscava mais as jogadas ofensivas. E foi assim que os visitantes tiraram o zero do placar.

Aos 22 minutos, Kelvin avançou pela direita, pedalou, percebeu a passagem de Bruno e tocou para o lateral, que foi no fundo e cruzou na medida para Ytalo. O atacante dominou de pé direito, girou e bateu de pé esquerdo, no canto alto direito de Fábio, que nada pôde fazer! 1 a 0! Belo gol da equipe paulista, que soube envolver o rival para largar na frente em Belo Horizonte. Foi a sexta assistência do ala na temporada – superou o Maestro Paulo Henrique Ganso, com cinco – e se isolou como o maior garçom do time no ano.

Melhor no jogo, o time são-paulino marcava bem e dificultava as ações ofensivas dos mineiros, que não conseguiam mais chegar ao ataque. Ainda antes do intervalo, aos 29 minutos, o Tricolor teve outra boa chance para balançar as redes, mas ficou no quase: o meio-campista João Schmidt cobrou falta pela esquerda, o zagueiro Maicon desviou na primeira trave e a bola saiu à direita do goleiro Fábio, com perigo.

Na volta para a segunda etapa, Bruno sentiu um desconforto muscular e foi substituído pelo jovem Auro. Empurrado pela torcida, os cruzeirenses partiram em busca do empate e ficaram mais tempo com a posse de bola. Os mandantes finalizaram mais, mas o sistema defensivo tricolor deu conta do recado e protegeu a meta do goleiro Denis. Nos contragolpes, os visitantes por pouco não ampliaram a vantagem com Alan Kardec, aos 22 minutos: Kelvin deu bela assistência para o camisa 14, que invadiu a área e bateu cruzado, à direita do gol.

Para tentar devolver o poder ofensivo ao São Paulo, Bauza apostou na entrada do jovem Lucas Fernandes na vaga de Centurión aos 23. Em uma rápida escapada aos 26 minutos, o garoto revelado no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, deu belo passe para Kelvin, que invadiu a área e desviou por cima de Fábio. A bola ficou quicando na área e o zagueiro do Cruzeiro efetuou o corte.

Aos 28, para ter mais uma opção veloz para contragolpear, Patón promoveu a estreia do atacante Luiz Araújo, que herdou o lugar de Ytalo. Aberto pela esquerda, o camisa 31 tentou puxar algumas investidas para surpreender os mandantes, que até tentaram reagir, mas não conseguiram furar o bloqueio são-paulino. Bem postado defensivamente, o Tricolor deu conta do recado, administrou o resultado positivo e conquistou três importantes pontos na capital mineira: 1 a 0. Foi a segunda vitória do São Paulo como visitante no Campeonato Brasileiro de 2016.

Let’s block ads! (Why?)

Comente com sua conta do Facebook: