O time júnior do São Paulo voltou a jogar pela Copa Paulista na tarde desta quinta-feira (07), no Estádio do Morumbi. A equipe recebeu o Red Bull pela segunda rodada do torneio, dominou o confronto, teve boas chances, mas não conseguiu marcar e acabou ficando no 0 a 0, somando o primeiro ponto do Tricolor na competição.

Sem contar com Banguelê, que se recupera de lesão muscular na coxa direita, o técnico André Jardine escalou a equipe com Eder Militão no meio, e o Tricolor fez um ótimo primeiro tempo. Com mais posse de bola e algumas chances de perigo, principalmente com Pedro, a equipe por pouco não marcou. A melhor chance do jogo veio com Pedro. Aos 25, depois da cobrança de escanteio de Foguete, ele ficou com a sobra, girou e bateu, mas por cima do gol. 

No segundo tempo, Murilo quase marcou aos 15 minutos. Ele recebeu o passe da direita e desviou para o gol, mas pra fora. Na sequência, Pedro teve mais uma chance depois de ficar com a bola na área. Ele finalizou, mas o goleiro conseguiu desviar com os pés. E em seguida, foi a vez de Vinicius assustar o goleiro com um chute da entrada da área que saiu alto demais. 

O goleiro Lucas Perri só foi incomodado aos 30 minutos, em um cabeceio muito perigoso depois de cobrança de escanteio. Em seguida, André Jardine mudou pela primeira vez, colocando Pedro no lugar de Vinícius na armação são-paulina. Aos 36, veio a segunda mudança. Murilo, machucado, deu lugar a Ruan Café, que estreou no gramado do Cícero Pompeu de Toledo. A última mudança foi a saída de Pedro e a entrada de Guilherme Bissoli, mas o Tricolor não conseguiu marcar.

O time Sub-20 volta a campo já no domingo (10), quando viaja a Porto Alegre para enfrentar o Internacional pela segunda fase do Campeonato Brasileiro. Já pela Copa Paulista, o Tricolor só volta atuar no dia 24, contra o Paulista, na casa do rival. No sábado, os times Sub-15 e Sub-17 fecham a primeira fase do Estadual em Cotia, jogando contra o São Bento. As duas equipes já estão garantidas na sequência da competição.

São Paulo: Lucas Perri; Foguete, Tormena, Kal e Caíque; Eder Militão, Araruna, Vinicius (Pedro, 30min/2ºT), Shaylon, Pedro (Guilherme Bissoli, 40min/2ºT) e Murilo (Ruan Café, 36min/2ºT)
Técnico: André Jardine

Red Bull: Saulo; Bruno Ferreira, Matheus Garrido, Marcos Vinicius (Willian Rocha, 6min/2ºT) e Nando Cardina; Lazaroni, Igor Sartori (Wellington Rato, 16min/2ºT), Denner, Caique, Branquinho (Milton, 21min/2ºT) e Misael
Técnico: Mauricio Barbieri

Let’s block ads! (Why?)

Post anteriorCalleri é convocado para Seleção Argentina Olímpica
Próximo PostReapresentação abre ajustes para reerguer elenco tricolor