O criticado Lucas Perri foi destaque na derrota do São Paulo para o Botafogo

Foto: Vítor Silva / Botafogo

Formado nas categorias de base do São Paulo, Lucas Perri foi anunciado pelo Botafogo em agosto de 2022 e foi ganhando espaço na equipe carioca ao fazer boas atuações e se firmar como titular.

Na vitória sobre o Tricolor Paulista na 1ª rodada do Brasileirão 2023 neste sábado (15), Perri foi um dos destaques positivos do confronto, principalmente na segunda etapa quando o São Paulo partiu para o ataque e levou perigo à meta do Alvinegro, porém, o arqueiro fez grandes defesas.

Além disso, conseguia organizar bem o time quando precisava repor a bola e foi essencial para que o Botafogo somasse três pontos em casa na estreia na competição nacional.

Veja os principais lances da partida:

Caso não consiga visualizar clique aqui.

Isso nos faz pensar em como o São Paulo, que sofre há anos com a posição de goleiro, deixar um jogador da posição com futuro promissor escapar? Nas poucas oportunidades que teve no time profissional do Tricolor foi duramente criticado, e quanto a isso tudo bem, porém é preciso levar em consideração que ele precisaria de tempo de jogo para conseguir ganhar experiência.

O que acabou acontecendo ao longo do tempo depois do empréstimo para o Náutico e chegada ao Botafogo.

No São Paulo, temos três goleiros com idade mais avançada, o titular Rafael com 33, Jandrei com 30, e Felipe Alves com 34. Já Lucas Perri tem 25.

Seria falta de planejamento? Penso que sim, afinal, Perri não precisaria ser titular, poderia continuar algum tempo na reserva ou participar de rodízio de atletas como já aconteceu para ir ganhando ritmo. Para mim, o ideal era ter um goleiro com mais experiência no gol, mas que passasse confiança e um mais jovem que fosse adquirindo conhecimento e prática ao longo dos anos para no futuro assumir a posição.

Todavia, o que vemos no São Paulo atualmente são contratações que parecem serem feitas ao acaso e sem pensar muito no futuro, soando como algo extremamente imediatista, não que isso não seja necessário pelo atual contexto do clube, só que se torna uma bola de neve de decisões erradas e que em nada tem a ver com reformulação que tanto se prega.

Enfim, Salve o Tricolor Paulista…

*As opiniões expressas aqui são de responsabilidade do autor do texto, e não refletem a opinião do site

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia