O dia em que Dagoberto deixou o ‘São Marcos’ perdido com uma cobertura no Choque-Rei

No mesmo dia em que Dagoberto anunciou sua aposentadoria dos gramados, aos 36 anos, aproveitamos para lembrar um dos momentos mais brilhantes do atacante com a camisa do São Paulo, diante do Palmeiras.

O lance em questão aconteceu no Brasileirão de 2011, quando o Morumbi recebeu um Choque-Rei ainda pelo 1º turno do torneio. De um lado, a equipe Tricolor comandada por Adílson Batista; do outro, o alviverde de Felipão.

O São Paulo entrou em campo com o pentacampeão Rivaldo na meia, e os atacantes Fernandinho e Dagoberto. No gol, o ídolo histórico Rogério Ceni.

O Palmeiras também não ficava muito atrás na posição de goleiro. Sua meta era defendida por Marcos, campeão da Libertadores de 1999 e do mundo em 2002, pela seleção brasileira.

E foi em cima dele que Dagoberto fez, aos 41′ do 1º tempo, um dos gols mais bonitos de sua carreira, que se encerrou mais cedo por conta de seguidas lesões.






A jogada começou com um passe recebido de Rivaldo, na entrada da área, e o atacante ainda passou por Leandro Amaro antes de tocar por cima do goleiro palmeirense.

Assista ao momento na voz de José Silvério, da Rádio Bandeirantes:

Dagoberto, apelidado de “Dagol” pela torcida, chegou ao São Paulo em 2007 e, de cara, conquistou o Brasileiro daquele ano e do ano seguinte também. Com 61 gols em 241 jogos disputados, ele deixou a equipe em 2011, aos 28 anos.

Mais tarde, ainda ganharia outros dois Brasileirões com o Cruzeiro. Lá atrás, em 2001, ele já tinha sido campeão da competição nacional pelo Athletico-PR.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Comente com sua conta do Facebook: