O que esperar de Raí?

Foto: Site oficial

Por Ricardo Senna – Redação Arquibancada Tricolor

Normalmente, após o término do Campeonato Brasileiro, em dezembro, a tendência é termos um período apenas de especulações de reforços e saída de jogadores em fim de contrato. Esta semana, porém, foi muito agitada no São Paulo, com o anúncio do término de contrato com a Under Armour e o pedido de demissão de Vinicius Pinotti.

A notícia pegou a torcida de surpresa e logo, as redes sociais explodiram com as sugestões de nomes e tentativas de acerto do nome do novo diretor de futebol do Tricolor. Em algumas horas, o São Paulo anunciava Raí como o substituto de Pinotti.

Aclamado pela torcida, inquestionável como ídolo e figura histórica do clube, Raí é um nome que deve sempre estar vinculado ou trabalhando no São Paulo, mas o histórico recente de má gestão de pessoas e decisões precipitadas ou populistas de Leco, nos traz preocupações sobre como será o trabalho de Raí e o nível de autonomia que terá.

O ídolo Tricolor, desde que deixou os campos, tornou-se um empresário de sucesso, mantendo em sociedade com Leonardo (outro ídolo Tricolor), a Fundação Gol de Letra e outros empreendimentos pessoais. Raí não é criança e sabe muito bem o momento político e administrativo do clube. Logicamente, não possui experiência de longa data neste tipo de cargo, mas não chega sem preparo algum.


Foto: Reprodução / fff.fr – Raí e Juninho Pernambucano em curso de Gestão de Futebol da UEFA na França






A representatividade de Raí para os jogadores e em futuras ações de seu cargo, é enorme, mas fica o receio que a indicação de seu nome seja usada como mais um ato populista de Leco, da mesma forma que o nome de Rogério Ceni foi conveniente por algum tempo.

Torço muito para que Raí tenha autonomia e apoio para exercer seu trabalho, para que conselheiros e outros diretores não criem um ambiente hostil e também para que a pressão por resultados imediatos, não faça com que até mesmo uma parte da torcida, detone mais um ídolo.

Que Raí tenha ao menos parte do sucesso que teve em campo, nesta nova função. Se isso acontecer, podemos esperar um novo momento em um clube tão combalido, nos últimos tempos.

Comente com sua conta do Facebook: