“Orgulho de poder defender o maior clube do Brasil”

Contratado na última quinta-feira (2), o meia-atacante Christian Cueva iniciará a sua trajetória no clube após a disputa da Copa América Centenário, disputada nos Estados Unidos. Com a Seleção Peruana, que está no grupo do Brasil, o jogador de 24 anos está focado na competição sul-americana, mas não esconde a sua ansiedade com a oportunidade de poder defender o Tricolor no segundo semestre. Motivado, o jogador quer representar a torcida em campo e reforçar o espírito guerreiro do elenco em 2016.

“Quero agradecer ao São Paulo pela oportunidade. Prometo dar o meu máximo em campo, com muito esforço, e assim conquistar a confiança da torcida. Estou muito orgulhoso de poder defender o maior clube do Brasil, e espero fazer parte de uma história vitoriosa. Quero representar o torcedor e agarrar esta chance. Estou muito orgulhoso com esta nova etapa na minha carreira”, festeja o atleta.

Eleito para a seleção da última Copa América, em 2015, no Chile, o armador enfrentou o Tricolor pela Libertadores deste ano e não poderá atuar mais nesta competição. Com contrato de quatro anos, o meia-atacante era uma das sensações do time mexicano, que teve uma das melhores campanhas da fase de grupos. Nascido em Trujillo, Cueva começou a carreira no Universidad San Martín e foi bicampeão nacional (2008 e 2010). No seu país natal, ainda defendeu o Universidad César Vallejo (2012) antes de seguir para o Chile, onde também ergueu mais um troféu do campeonato local: em 2013, pelo Unión Española.

As boas atuações do rápido meio-campista despertaram o interesse do Rayo Vallecano, da Espanha, que acertou a sua contratação em 2014. Após a passagem pelo futebol europeu, o jogador retornou ao continente sul-americano para brilhar pela Seleção Peruana. Defendendo o Alianza Lima, do Peru, o atleta foi chamado para a disputa da Copa América de 2015, no Chile. Dono da posição, Cueva fez uma grande competição, balançou as redes diante do Brasil (2 x 1) pelo Grupo C e avançou até a semifinal do torneio internacional.

A boa participação do peruano no campeonato rendeu uma vaga na Seleção da Copa América, ao lado de craques como Lionel Messi (Argentina) e Arturo Vidal (Chile). Em alta, o jogador foi negociado com o Toluca, clube que defendeu até a sua chegada ao Tricolor. “Sem dúvida é uma grande oportunidade na minha vida. Espero integrar logo o elenco e dar o meu melhor pelo clube. Estou muito feliz, porque é gratificante defender um tricampeão da Libertadores e do Mundial. Farei de tudo, sem medir esforços, para honrar as cores do São Paulo”, finaliza.

Let’s block ads! (Why?)

Comente com sua conta do Facebook: