Pacto com jogadores no São Paulo barra chegada de atletas como Igor Rabello na janela | Entenda

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

A janela de contratações do mercado brasileiro se fechou ontem. Agora, apenas na reabertura do meio do ano os times poderão voltar a se reforçar. O Tricolor, neste período, fechou sete contratações: Jandrei, Rafinha, Alisson, Patrick, Nikão, Andrés e, mais recentemente, André Anderson, que estava na Lazio. Com o elenco definido, o clube agora busca prioritariamente quitar as dívidas com os jogadores, em um pacto estabelecido com o grupo.

Durante o auge da pandemia, o São Paulo, em crise financeira, precisou cortar despesas – o que incluiu vencimentos de alguns jogadores. Com isso, boa parte do elenco possui pendências com o clube, como parcelas de direitos de imagem, por exemplo. A meta da diretoria do Tricolor é que todos esses valores sejam quitados até maio, para que assim o clube tenha melhor saúde financeira e possa se reforçar na próxima janela de contratações.

Com uma dívida na casa dos 700 milhões, o São Paulo não pôde efetuar grandes investimentos no mercado de jogadores. E é muito provável que, ao longo da temporada, haja assédio sobre os destaques mais jovens, em decorrência da reabertura do mercado europeu de transações. Porém, nessa hipótese, de acordo com reportagem do Globo Esporte, o Tricolor pretende ter a segurança de poder repor as saídas à altura.

Esse pacto estabelecido foi abordado pelo jornalista Arnaldo Ribeiro, no programa G4, do BandSports. Segundo ele, o liame foi o responsável por fazer o São Paulo não investir em jogadores como Igor Rabello.

Existe uma questão, que é um pacto com os jogadores. Pacto estranho, porém firmado. É a dívida: o São Paulo deve aos jogadores, desde a pandemia, com a administração anterior, com diretos de imagem. E vem abatendo essa dívida mês a mês. A expectativa do São Paulo, depois de ter chegado à final do Paulistão e de rendas boas no Morumbi, além de algumas transações – como é o caso de Tchê Tchê -, é que pelo menos 80% da dívida estar solucionada até o final deste mês. O pacto é: não iremos investir em direitos de jogadores até zerar com o elenco. Não haverá investimento em quantia antes de zerar com os atuais jogadores. Por isso, Igor Rabello não acertou, pois o São Paulo teria que pagar direitos ao Atlético “, explicou o jornalista.

Confira o vídeo completo abaixo. Ou clique aqui.

Receba notícias do SPFC no WhatsApp e Telegram.
Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia