Por onde andam 7 ex-jogadores do São Paulo?

O São Paulo começa o ano de 2020 tentando acabar com uma seca de mais de 7 anos sem títulos. Com isso, não tem como não sentir saudades das conquistas do Tricolor nesses 90 anos de história, especialmente da última, ocorrida em 2012.

Naturalmente, o amor por um clube de futebol é muito maior que qualquer título que possa ser conquistado. Mas a vitória em campeonatos é uma alegria que todo torcedor aguarda com ansiedade, inclusive, apostando nela em plataformas online. A Sportingbet Brasil já é bem popular por aqui e oferece provas dessa realidade, tendo um grande aumento de tráfego durante as fases finais das competições nacionais e internacionais.

E é pensando nisso e na última conquista do São Paulo que decidimos falar, hoje, sobre onde andam alguns dos jogadores que fizeram parte da conquista da Copa Sul-Americana de 2012.

Rogério Ceni (GOL)

Um nome que dispensa apresentações. O goleiro Rogério Ceni atuou durante toda a sua carreira como jogador no São Paulo, sendo titular de 1997 até 2015, ano de sua aposentadoria. É, até hoje, o maior goleiro artilheiro e o jogador que mais vestiu a camisa de um mesmo clube na história do futebol mundial. Atualmente, é técnico do Fortaleza, tendo conseguido o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em 2018.

Douglas (LD)

Douglas chegou ao São Paulo em 2012 com a promessa de ser uma solução para a lateral-direita, mas falhou em apresentar o bom futebol que era esperado dele e que havia mostrado em sua passagem pelo Goiás. Atualmente, o jogador está no campeonato turco, atuando pelo Besiktas. Antes disso, ele também passou pelo Barcelona, fazendo parte da equipe que conquistou a Champions League na temporada 2014/2015, mas sem disputar nenhuma partida da competição.

Rafael Toloi (ZAG)

Após diversas tentativas de contratação que não foram para a frente, o zagueiro Rafael Toloi chegou ao São Paulo em julho de 2012, sendo um dos responsáveis pela defesa de um time que não sofreu gols em casa durante toda a Copa Sul-Americana. Sua boa atuação fez com que conquistasse o Bola de Prata em 2014. Desde 2015, quando deixou o São Paulo, o jogador atua no clube italiano Atalanta.

Bruno Cortez (LAE)

Bruno Cortez chegou ao São Paulo em dezembro de 2011, transformando-se no jogador que mais vestiu a camisa Tricolor em 2012, fazendo parte de 74 dos 78 jogos disputados pelo clube paulista naquela temporada. Agora, o jogador permanece vestindo um manto tricolor, mas o do Grêmio, tendo feito parte da conquista da Libertadores, em 2017, e da Recopa Sul-Americana, em 2018.






Cortez
Foto: Divulgação

Denílson (VOL)

O volante Denílson iniciou sua carreira no futebol ainda nas categorias de base do São Paulo, tendo ingressado no time profissional do Tricolor em 2005. Deixou o clube em 2006, retornando entre os anos de 2011 e 2013. O jogador encontra-se sem clube desde que foi dispensado pelo Botafogo-SP, após ganhar uma segunda chance no clube.

Jadson (MEI)

O meio-campista Jadson, hoje com 36 anos, era um dos titulares da conquista da Copa Sul-Americana. O atleta foi envolvido em uma troca com o Corinthians pelo atacante Alexandre Pato, em 2014.

Willian José (ATA)

O atacante Willian José chegou ao São Paulo em 2011 por meio de empréstimo, onde permaneceu até 2012. Apesar de não ter tido uma passagem marcante, o jogador conseguiu construir uma carreira sólida, tendo passado por clubes como Grêmio e Santos, até ser transferido para o Real Madrid, onde se tornou campeão da Champions League na temporada 2013/2014. Agora, ele atua pelo espanhol Real Sociedad.

Fotos: Divulgação

Comente com sua conta do Facebook: