O lateral Auro deixou o Sport e já está a caminho do São Paulo (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)O lateral Auro deixou o Sport e já está a caminho do São Paulo (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Auro teve pouco tempo para conhecer Recife. Uma semana depois de ser anunciado no Sport, o lateral direito já deixou o clube para retornar ao São Paulo. O negócio foi desmanchado em função do regulamento geral de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que prevê que um jogador dispute torneios nacionais por no máximo dois clubes em uma mesma temporada. O atleta, além de ter defendido o São Paulo no Campeonato Brasileiro, atuou pelo Linense na Copa do Brasil.

“Nosso departamento de registros detectou que o Auro já havia disputado duas competições nacionais por clubes diferentes, a Copa do Brasil, pelo Linense, e o Campeonato Brasileiro, pelo São Paulo. Sendo assim, de acordo com uma lei da CBF que não permite que um mesmo atleta atue em competições nacionais por três clubes diferentes, o jogador não permanecerá conosco e seu empréstimo já está sendo destratado junto ao São Paulo”, explicou o executivo de futebol do Leão, André Zanotta.

Auro foi inscrito pelo clube pernambucano no Boletim Informativo Diário da CBF, porém só poderia defender o Sport na Copa Sul-Americana. O lateral chegou a viajar com o elenco para Salvador e integraria o banco de reservas contra o Vitória, na última quarta-feira, mas a diretoria percebeu o equívoco a tempo e não o relacionou.

Veja o que diz o artigo 4 do quarto capítulo do Regulamento Geral das Competições:

O atleta que já tenha atuado por duas (2) outras entidades de prática desportiva durante a temporada, em quaisquer das competições nacionais do calendário anual coordenadas pela CBF, não pode atuar por uma terceira entidade, mesmo que esteja regularmente registrado.


Novo contrato é registrado e Maicon já aparece no BID da CBF

Lugano exalta permanência de Maicon e projeta Tricolor sem Ganso

Casemiro irá ao Morumbi e vislumbra duelo com Tricolor no Mundial


Post anteriorLugano: quatro Libertadores, quatro semifinais!
Próximo PostLugano exalta permanência de Maicon e projeta Tricolor sem Ganso