Com a pausa no calendário do Campeonato Brasileiro, a comissão técnica teve um raro período para trabalhar o elenco com mais tempo entre um jogo e outro. E a ‘semana atípica’ foi festejada pela preparação física, que teve a oportunidade para recuperar os jogadores e fazer um acompanhamento preventivo – já que se avançar até a decisão da Libertadores da América, o Tricolor só terá uma nova folga na tabela assim apenas em agosto.

“Tentamos aproveitar esta oportunidade para recuperar os atletas fisicamente e arrumar o time. Agora, os jogadores estão prontos para o próximo jogo e em melhores condições. Os atletas que têm jogado com mais regularidade fizeram exercícios preventivos na academia e no campo, enquanto o restante do grupo realizou uma série de atividades compensatórias. Com foco na preparação física, acrescentamos no campo alguns treinos aeróbios, de estímulo de força e potência”, avaliou o preparador físico Bruno Militano.

Assim como o técnico Edgardo Bauza, o membro da comissão técnica também tem um desafio novo na carreira: contornar as adversidades de um ‘calendário apertado’ para condicionar o elenco e permitir que o treinador tenha mais opções à disposição. “Já tivemos várias vezes uma quantidade grande de jogos em um curto período de tempo, pelos países onde trabalhamos, mas isso era somente no primeiro semestre, mais compacto: com campeonatos locais e Libertadores. No Brasil é diferente, porque a temporada inteira é assim”, opinou o preparador, que emendou.

“A quantidade de jogos não permite trabalhar da maneira adequada, mas tem sido um aprendizado diário. Raramente temos uma semana como esta, e por isso temos feito todos os esforços para aproveitar cada dia da melhor maneira possível”, acrescentou. Após vencer o Cruzeiro (1 x 0) no último final de semana, em Belo Horizonte, o São Paulo tem duelo marcado apenas para o próximo sábado (11), às 21h (de Brasília), no Morumbi, diante do Atlético-PR.

Desde a partida com os mineiros, a comissão técnica armou uma programação que envolveu descanso aos atletas – com a folga na segunda-feira (6) – e tratou de promover atividades regenerativas desde então. “Fizemos trabalhos coordenativos e de velocidade, mas o Bauza também teve oportunidade para treinar o time taticamente. A semana tem sido proveitosa, e esperamos que isso possa ajudar a equipe na partida do final de semana”, finalizou.

Let’s block ads! (Why?)

Post anteriorCrescimento da equipe e trabalho de Bauza motivam Kelvin
Próximo PostCBF divulga datas e horários das rodadas 12 a 21