Jonathan Calleri pediu para levar a camisa que usou nesta quarta, quando fez seu último jogo pelo São Paulo (Foto: Luis Acosta/AFP)Jonathan Calleri pediu para levar a camisa que usou nesta quarta, quando fez seu último jogo pelo São Paulo (Foto: Luis Acosta/AFP)

O centroavante argentino Jonathan Calleri fez, nesta quarta-feira, seu último jogo com a camisa do São Paulo. Apesar de alguns ainda vislumbrarem a permanência do camisa 12 pelo menos até o fim do ano, o presidente Leco foi sincero ao afirmar que chegou a se despedir do atleta ainda no vestiário do estádio Atanasio Girardot, em Medellín, depois da derrota Tricolor por 2 a 1 para o Atlético Nacional, que findou a participação da equipe na Copa Libertadores da América.

“É muito possível, infelizmente (que Calleri saia). É muito triste, até porque ele, humildemente, no vestiário me abraçou e me pediu para levar a camisa dele. Claro que eu dei e ele ficou muito sensibilizado com isso”, contou o mandatário, já conformado com a situação, apesar de sua intenção em ficar com o atleta.

Calleri chegou ao São Paulo em fevereiro depois de deixar o Boca Juniors contra sua vontade. O jogador tinha contrato apenas até o fim de junho, mas prorrogou o acordo para poder disputar a reta final da Libertadores. Agora, com a queda são-paulina na semifinal, o centroavante deve acertar seguir sua carreira na Europa. Recentemente, Calleri e seu advogado foram ao Velho Continente para resolver algumas questões de documentação e a tendência é que a Internazionale de Milão, na Itália, seja a próxima equipe do argentino.

Com a camisa do Tricolor do Morumbi, Calleri fez 31 jogos: 14 pelo Campeonato Paulista, 5 pelo Campeonato Brasileiro e 12 pela Libertadores. Foram 16 gols marcados: 9 pela competição continental, 3 no nacional por pontos corridos e 4 pelo Estadual. Agora, depois de se despedir com um gol nesta quarta, o jogador vai se apresentar à Seleção argentina para a disputa dos jogos olímpicos.

Reforços
Além de Calleri, Leco também já confessou que Paulo Henrique Ganso deve mesmo deixar o São Paulo para jogar no Sevilla. O anúncio oficial da transferência pode ocorrer a qualquer momento. Com isso, o clube sabe que precisa se reforçar e alguns nomes já estão em pauta, como Milton Caraglio, Buffarini e Gilberto, mas, por ora, o presidente Tricolor prefere não entrar em detalhes.

“O São Paulo está, sim, se organizando e planificando o restante da temporada, porque agora é o que nos resta, transferir para o Campeonato Brasileiro e para todos os certames que nós atuarmos toda a força e a dignidade que a equipe essa mostrou. Vamos reforçar, mas sobre reforços eu não quero falar agora. Não é o momento”, disse Leco.


Indignado com arbitragem, Leco se diz admirado pela equipe Tricolor

Bauza cita expulsão de Maicon e se diz orgulhoso do São Paulo

Confira os gols de Atlético Nacional 2 x 1 São Paulo


This entry passed through the Full-Text RSS service – if this is your content and you’re reading it on someone else’s site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.
Recommended article from FiveFilters.org: Most Labour MPs in the UK Are Revolting.